Document details

Desenho da paisagem

Author(s): Genésio, Luísa cv logo 1

Date: 2005

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10198/6191

Origin: Biblioteca Digital do IPB

Subject(s): Paisagem; Planeamento; Desenho; Padrões de construção; Princípios estéticos


Description
A Arquitectura Paisagista enquanto materialização de uma arte tem em conta princípios estéticos e de desenho que devem enriquecer a solução do projecto ou do plano, considerando que cada paisagem é um caso e cada projecto ou plano uma obra de autor. O conceito de paisagem nas suas múltiplas vertentes e o desafio de a estruturar segundo conceitos estéticos orientam este trabalho. A prática vivencial da paisagem, a sua experiência estética, esclarecem o conceito de belo natural enquanto criação humana. O desenho da paisagem expressa o belo natural e permite apurar valores estéticos. O belo natural depende da forma da paisagem e do seu uso. O estudo da forma baseia-se na estrutura, na geometria, na ordem, inventariadas na paisagem. A intervenção artística melhora a forma natural, corrigindo defeitos e evidenciando qualidades. Os conhecimentos e práticas da construção tradicional da paisagem podem influenciar a Arquitectura Paisagista Erudita. Os padrões de construção de paisagens estáveis, contribuem para a sua beleza e são facilmente adaptados a diferentes usos. Apelos de contextualismo, de autenticidade (histórica, cultural, física, social), de reconciliação com as marcas do tempo, ou mesmo de comunicação, são basilares nas intervenções contemporâneas que pretendem manter as diferenças entre os sítios. Para exemplificar ideias recorremos a trabalho de campo efectuado na Serra de Montesinho. The Landscape Architecture while materialization of an art concerns both aesthetical and draw principles that have to enrich the solution of the project or the plan, having in mind that each landscape is a case and each project or plan is an author work. The concept of landscape in its various features and the challenge of structuring it according to aesthetic concepts have led this work. The practice of living the landscape, its aesthetic experience, clarifies the concept of natural beauty as human creation. The draw of the landscape expresses the natural beauty and allows the purification of aesthetic values. The natural beauty depends on both the form and the use of the landscape. The study of the form is based on the structure, on the geometry, on the order, surveyed in the landscape. The artistic intervention makes the natural form better by correcting defaults and stressing qualities. The knowledge and the practice of the landscape traditional building can influence the academic Landscape Architecture. The patterns of building a stable scenery contribute to its beauty and can be easily adapted to different uses. Appeals to the respect for the context, the authenticity (both historical, cultural, physical and social), the reconciliation with the time signs, or even the communication are basic in the contemporary interventions that intend to keep the differences among places. To illustrate ideas we took advantage of field work carried on in Serra de Montesinho.
Document Type Doctoral Thesis
Language Portuguese
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia