Detalhes do Documento

Don't come knocking de Wim Wenders e o universo imagético de Edward Hopper

Autor(es): Santos, Ágata Sofia Alencoão cv logo 1

Data: 2009

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10316/13514

Origem: Estudo Geral - Universidade de Coimbra

Assunto(s): Hopper, Edward, 1882-1967 -- pintura; Wenders, Wim, 1945- Don't come knocking; Cinema e pintura; Teoria da imagem; Wenders, Wim, 1945 -- obra; Hopper, Edward, 1882-1967 -- obra


Descrição
Dissertação de mestrado em Estudos Artísticos (Arte e Violência) apresentada à Fac. de Letras da Univ. de CoimbraO objectivo desta dissertação é o estabelecimento de uma relação entre cinema e pintura, concretamente, a partir da teoria da imagem, caminhar para a interpretação das obras de Wim Wenders e de Edward Hopper. Partindo-se de aspectos relativos à teoria da imagem, estabelece-se uma relação do cinema com a pintura, especificamente, com a imagem no contexto de cada uma destas artes. Sendo a imagem um poderoso meio da ficção, que existe essencialmente pelo facto de possuir uma capacidade de comunicação única, ela é análoga do real, uma vez que é uma alusão directa à realidade. No âmbito deste estudo, a ligação prende-se com o efectivo realismo da pintura de Edward Hopper, ou seja, com o modo como este pintor representa o objecto. Neste intuito, procurar-se-á elaborar uma análise e estabelecer uma relação entre alguns aspectos visuais mais determinantes no trabalho de Edward Hopper e no filme Don’t come knocking (2005) de Wim Wenders. Por outras palavras, trata-se de estabelecer uma análise entre a relação de diálogo de vários quadros de Hopper com o filme em causa, de Wenders. Esta relação assenta sobre as questões temática, plástica e narrativa, que se encontram subjacentes às imagens pictóricas (Hopper) e cinematográficas (Wenders).The aim of this dissertation is to establish a relation between cinema and painting, more precisely from the theory of image towards the interpretation of the work of Wim Wenders and Edward Hopper. From aspects related to the theory of image, we establish a relation between cinema and painting, in particular with the image in the context of each one of these arts. As a powerful means of fiction, the image, which exists essentially because of its unique capacity of communication, is analogous to the real – since it is a direct allusion to reality. In the scope of such study, the connection exists with the effective realism of Edward Hopper’s painting, meaning with the way he represents the object. Furthermore, we will attempt to analyse and establish a relation between some visual aspects more relevant in Edward Hopper’s work and the film Don’t come knocking (2005) by Wim Wenders. In other words, it is about establishing an analysis between the relation of dialogue of some Hopper’s paintings with the mentioned film by Wenders. Such relation was based in the theme, plastic and narrative issues that underlie the pictoric (Hopper) and cinematographic (Wenders) images.
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Cardoso, Abílio Hernandez Ventura; Nogueira, Isabel Margarida Ribeiro
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados