Document details

Risco de inundação: área das termas de S. Pedro do Sul: 1960-2001

Author(s): Rodrigues, Cristina Maria Cordeiro de Carvalho cv logo 1

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10316/13486

Origin: Estudo Geral - Universidade de Coimbra

Subject(s): Risco de inudação -- Termas de S. Pedro do Sul; Inundações; Catástrofe natural -- São Pedro do Sul -- 1961-2001; Inundação -- São Pedro do Sul -- 1961-2001; Protecção contra a cheia -- São Pedro do Sul


Description
Das inúmeras catástrofes naturais, as cheias e as inundações fluviais são aquelas que ao longo dos tempos mais têm afectado os diferentes lugares da Terra e as que mais prejuízos têm causado, desde a perda de bens materiais até vidas humanas. Correspondem, em regra, a fenómenos que dependem do regime hidrológico dos rios, o qual, por sua vez, é condicionado pelas características climáticas e fisiográficas da respectiva bacia. Pelas suas características hidrogeomorfológicas, a área das Termas de S. Pedro do Sul não é excepção a este fenómeno natural, daí a sua escolha para este estudo. Nesta dissertação procedeu-se, inicialmente, à caracterização física e humana da bacia do rio Vouga, especialmente a montante das Termas, caracterização que contém aspectos indispensáveis para o estudo do risco de cheias/inundações, não só pelas condições hipsométricas, morfométricas, geológicas, topográficas, hidrográficas e humanas que constituem os factores condicionantes das inundações, mas também uma apresentação dos elementos vulneráveis a este fenómeno hidrológico extremo. Efectou-se, depois, a análise da relação entre os quantitativos de precipitação anual e mensal que ocorrem na bacia do rio Vouga com o caudal médio anual e mensal, na Ponte de Vouzela, para o período 1980/81 a 2000/01, da qual se aferiu uma relação proporcional quase directa entre as duas variáveis. Para se efectuar o estudo das inundações nas Termas de S. Pedro do Sul, procuraram-se testemunhos da população da cidade de S. Pedro do Sul e das Termas e foi feita pesquisa histórica dos fenómenos de inundação, com base nos jornais locais. Para o estudo pormenorizado das inundações nas Termas de S. Pedro do Sul, seleccionaram-se os anos hidrológicos 1963/64, 1993/94, 1995/96 e 2000/01. Para cada uma das cheias principais fez-se a análise da distribuição das precipitações diárias, em diferentes estações meteorológicas, localizadas na bacia hidrográfica, de S. Pedro do Sul para montante, estabeleceu-se a relação com as situações meteorológicas que desencadearam as precipitações mais intensas e estudou-se a relação com a evolução dos valores dos caudais diários registados na Ponte de Vouzela. Concluiu-se que a cheia mais intensa e a que provocou uma inundação de maior magnitude foi a de 1963/64, com um caudal registado na Ponte de Vouzela de 337,99 m3/s. No sentido de avaliar a percepção dos agentes locais e de população da problemática do risco de inundação na área das Termas de S. Pedro do Sul, concelho de S. Pedro do Sul, para os anos hidrológicos 1960/61 a 2000/01, optou-se pela elaboração e tratamento estatístico de inquéritos. Verificou-se que as populações locais têm uma “memória curta”, que privilegia naturalmente as inundações mais recentes, encaram o fenómeno de inundação como natural e quase banal, desconhecem os mecanismos de alerta e protecção definidos pelas autoridades e, no que respeita à actuação das diferentes entidades, apenas classificam com Bom e Muito Bom a actuação dos Bombeiros, talvez por esta ser, efectivamente, a mais visível em momentos de catástrofe. Com base no conhecimento adquirido sobre o modo de funcionamento das cheias e inundações foram sugeridas algumas medidas, quer estruturais (a principal das quais seria a construção da Barragem de Pinhosão), quer não estruturais (limpeza e desobstrução dos cursos de água, cartografia de riscos, sensibilização da população), de gestão do risco, as quais podem contribuir, quando devidamente coadunadas, para diminuir de forma mais eficaz a perigosidade, a vulnerabilidade e, consequentemente, o risco de inundação. Dissertação de mestrado em Geografia Física (Ambiente e Ordenamento do Território), apresentada à Fac. de Letras da Univ. de Coimbra
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Cunha, Lúcio José Sobral da
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia