Document details

O diário da morte do palhaço K. : transposição intersemiótica de Raul Brandão a...

Author(s): Dias, Alexandra Maria Lourenço cv logo 1

Date: 2003

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10216/15227

Origin: Repositório Aberto da Universidade do Porto

Subject(s): O diário do K. - Estudos críticos; Banda desenhada; Semiótica


Description
O Diário da Morte do Palhaço K. - transposição intersemiótica de Raul Brandão a Filipe Abranches consiste no confronto das obras A morte do Palhaço e o Mistério da Árvore, de Raúl Brandão, romance literário, e o Diário de K., banda desenhada, de Filipe abranches. As duas obras, pertencentes a sistemas semióticos distintos, constituem um exemplo de transposição, ou tradução, intersemiótica. A Morte do Palhaço e o Mistério da Árvore representa um conjunto significante - a reunião de um conteúdo a uma forma de expressão -, neste sentido configura-se como um signo inserido num processo de semiose, cuja base pragmática permite converter ou transpor a substÂncia do conteúdo para outra matéria de expressão, seja ela um sistema linguístico ou um sistema artístico. Este processo de transposição intersemiótica corresponde a uma prática de transposição formal, sendo neste regime que se estabelece a relação de hipertextualidade entre as duas obras. O Diário de K. recebe a designação de hipertexto, porquanto constitui o resultado de um processo de derivação do hipotexto - A Morte do Palhaço e o Mistério da Árvore. Sendo o hipertexto caracterizado pela sua configuração icónico-verbal, modalidade assumida pela banda desenhada, foram estudados os aspectos visuais que revestem o hipotexto, e que estão na base do processo de transposição. A banda desenhada representa um desafio à literatura, dialoga com ela, oferecendo um novo terreno de reflexão sobre os procedimentos de tradução intersemiótica.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents