Detalhes do Documento

Estética do humor no conto O Kágado de Almada Negreiros

Autor(es): Saraiva, Maria Teresa Lopes Coelho de Macarenhas cv logo 1

Data: 2010

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10216/56126

Origem: Repositório Aberto da Universidade do Porto

Assunto(s): Literatura portuguesa - Estudos críticos


Descrição
Inserido num contexto vanguardista, da autoria de um assumido futurista, Almada Negreiros, o conto O Kágado, de 1921, revela-se um texto produtor de um sorriso de comprazimento junto do leitor, sem que, no entanto, tal reacção se deva a um mero sentimento de alegria. Na verdade, o seu efeito de diversão está longe de ser inofensivo, relacionado com um simples contentamento, tratando-se sobretudo de uma sistemática operação de crítica intencional, agressiva e ácida, dirigida ao alvo concreto anunciado na dedicatória: "(Aos portugueses, meus compatriotas)". Por essa razão, o ponto de vista adoptado no presente trabalho é o da percepção estética -plano onde os processos literários geradores desse efeito são globalmente sintetizados como experiência da leitura -, visando descrever as principais coordenadas do efeito sorriso que, fundado numa lógica satírico-alegórica, não deixa de se emedar na teia de ironias que suporta o peso crescente de um humor corrosivo
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados