Document details

Estudo exploratório da prevalência de depressão numa população estudantil repre...

Author(s): Barrocas, Francisco Antonio Revés cv logo 1

Date: 2002

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/348

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário

Subject(s): Psicologia clínica; Depressão; Instrumentos; Estudantes; Psicanálise; Clinical psychology; Depression; Instruments; Students; Psychoanalysis


Description
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica Várias são as concepções teóricas acerca da depressão, umas colocando mais ênfase nos factores externos, no adquirido, nos acontecimentos de vida, nos processos e distorções cognitivas, outras com um maior empenhamento num conhecimento mais profundo, na compreensão da dinâmica intrapsíquica e um acento privilegiado na relação objectai. Que se traduz por um lado, no medo de perda do amor do objecto com toda a culpa e angústia daí resultante, por outro lado as tentativas de reparação para não perder o objecto em fuga. De qualquer das formas, a depressão parece efectivamente tratar-se de uma problemática complexa a nível psicológico, que se pode manifestar em qualquer idade e para a qual contribuem inúmeros factores, tais como os biológicos, os sociais, familiares, contextuais, etc. Esta problemática pode ser mais ou menos influenciada ou desencadeada pela conjugação de vários factores e com repercussões a vários níveis, emocional e afectivo, vegetativo e somático, processos cognitivos e resultados escolares, motivação, na relação com os outros, etc. Trata-se efectivamente de um problema grave e com consequências imprevisíveis, constituindo um motivo suficientemente forte para que lhe seja dada a devida atenção. A importância de um diagnóstico precoce, será pois fundamental, até como forma de obviar em termos de consequências no desenvolvimento e integração social dos indivíduos. É no sentido, de pelo menos tentar clarificar um pouco melhor este fenómeno, que se procedeu à realização deste trabalho. Trata-se de um estudo exploratório e transversal, com um único grupo e apenas testado uma vez. Foi avaliar-se a prevalência de sintomas depressivos, numa população estudantil, em escolas representativas de todos os concelhos do Distrito de Beja. 12 A amostra é constituída por 1793 sujeitos (depois de terem sido excluídos todos os indivíduos que não preenchiam os requisitos exigidos), de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 9 e os 17 anos e a frequentarem entre o 5o e o 12° ano de escolaridade. Foram utilizados como instrumentos de avaliação, uma escala de autoavaliação, CDI (Children's Depression Inventory) de Maria Kovacs e um questionário por nós construído, que permite determinar: idade, sexo, ano de escolaridade, número de repetições, problemas disciplinares, antecedentes de problemas de saúde mental, agregado familiar e profissões dos pais. Foi obtido nesta investigação, uma percentagem de 24% de depressão no total da nossa amostra, apresentando-se as raparigas significativamente mais deprimidas do que os rapazes. Constatou-se igualmente a existência de diferenças estatisticamente significativas, nos sujeitos com mais repetições escolares, estando bastante mais deprimidos do que os outros com menos repetições ou que nunca repetiram. Também os indivíduos com maior número de problemas disciplinares, se encontram muito mais deprimidos do que os outros. Encontraram-se igualmente, valores de depressão significativamente muito mais elevados nos indivíduos que já foram ao médico por "problemas de nervos", tal como nos indivíduos em que os seus familiares directos, também já recorreram a este tipo de ajuda. Relativamente aos resultados encontrados, foram discutidos e feitos paralelismos com outras investigações realizadas. Foram igualmente feitas algumas reflexões acerca desta temática, desde a prevenção, os possíveis factores causais, interaccionais, actuação imediata, não deixando de ter sempre em conta a necessidade de conjugar esforços, de forma a tornar possível o desenvolvimento de futuras estratégias de intervenção.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia