Document details

Representação social das funções do supervisor da prática pedagógica no context...

Author(s): Santos, Raquel de Jesus Delgado dos cv logo 1

Date: 1998

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.12/905

Origin: Repositório do ISPA - Instituto Universitário


Description
Este trabalho aborda a problemática da supervisão pedagógica no contexto da formação inicial em Educação de Infância. É um estudo exploratório, inscreve-se no quadro teórico das Representações Sociais seguindo a teoria do Núcleo Central de acordo com as perspectivas de Flament (1987,1989), Abric (1987, 1994) e Guimelli (1989, 1994), entre outros. Elegeu-se como objecto de estudo as representações sociais que os educadores-cooperantes, (designados por supervisores de Centro de Estágio), apresentam das suas funções no processo de supervisão dos alunos (2° e 3o ano) de uma Escola Superior de Educadores de Infância. Foram seleccionados 40 sujeitos, 20 que supervisionavam a prática pedagógica com crianças de 1a infância - (2o ano) e 20 que supervisionavam a prática pedagógica com crianças de 2a infância - (3o ano). Pretendeu-se identificar a representação que os supervisores de Centro de Estágio apresentam das suas funções no processo de supervisão e averiguar se essas representações se enquadram numa concepção de formação\supervisão mais centrada no aluno, enquanto construtor do seu percurso de aprendizagem e desenvolvimento pessoal e profissional, ou no educador (supervisor), enquanto modelo profissional a reproduzir. Procurou-se também observar, se existia nos dois grupos de supervisores uma estrutura representacional comum, apesar da actividade de supervisão ser exercida com alunos cuja prática pedagógica decorreu em valências diferentes e em que a duração do estágio foi também diferente. O design utilizado nesta investigação seguiu de perto as orientações apresentadas por Abric (1994), com a restrição de se desenvolverem apenas as duas primeiras etapas do processo metodológico. Os resultados obtidos levam-nos a admitir que no universo estudado os contornos representacionais das funções do supervisor pedagógico em Centro de Estágio estão mais ligados a uma concepção de formação\supervisão centrada no formando, do que no supervisor. Assim, destacam-se no núcleo central duas funções- uma que se liga com o propósito de ajudar o aluno a ultrapassar dificuldades no domínio da acção pedagógica; e outra no sentido de apoiar a reflexão pessoal sobre a mesma. Por outro lado, as análises comparativas inter-grupos revelam a existência de uma homogeneidade representacional nos dois grupos de supervisores, visto que os elementos que organizam e dão a significação à representação são os mesmos, ainda que, a actividade de supervisão se reporte a valências diferentes e a duração da prática pedagógica seja também diferente. As conclusões apresentadas devem ser encaradas com alguma reserva, devido às limitações identificadas no processo de pesquisa, pelo que os resultados não poderão ser extrapolados para outras realidades. Consideramos no entanto, que independentemente das limitações antes referidas, o enfoque atribuído às funções dos educadores cooperantes no processo de acompanhamento da prática pedagógica dos formandos é um contributo importante para a compreensão da actividade de supervisão no contexto da formação inicial em Educação de infância. Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Ramalho, Glória
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents

No related documents