Document details

Análise dos estilos de gestão do conflito predominantes em ambiente laboral dos...

Author(s): Franque, Pedro Futi cv logo 1

Date: 2007

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.3/503

Origin: Repositório da Universidade dos Açores

Subject(s): Gestão do Conflito; Açores; Ilha de São Miguel; Conflict Management; Azores; São Miguel Island


Description
Dissertação de Mestrado em Gestão Pública O presente trabalho retrata os estilos de gestão do conflito predominantes em ambiente laboral dos enfermeiros da ilha de S. Miguel. A ideia central deste trabalho de investigação passa fundamentalmente pelo processo de gestão de conflitos, mais precisamente pelos estilos de gestão de conflitos interpessoais, matéria importante para a compreensão dos comportamentos, dos estilos utilizados pelos enfermeiros, ou a actuação perante uma situação do conflito. O estudo é descritivo porque procura compreender e descrever o fenómeno através das relações entre as variáveis, mas, ao mesmo tempo, de carácter analítico porque utiliza a análise do conteúdo. No enquadramento teórico abordamos a situação do trabalho dos enfermeiros, algumas considerações teóricas sobre o conflito onde englobamos entre outros assuntos, a conceptualização do conflito, história, resultados e alguns modos de resolução dos conflitos. Como suporte teórico para o trabalho utilizamos o Modelo bidimensional dos cinco estilos de Rahim e Bonoma (1979) que são: Colaboração (alto interesse próprio e alto interesse pelos outros); acomodação (baixo interesse próprio e alto interesse pelos outros); dominação (alto interesse próprio e baixo interesse pelos outros); evitamento (baixo interesse próprio e baixo interesse pelos outros); e compromisso (interesse intermédio próprio e pelos outros). Para a colheita de dados utilizamos o ROCI-II (Rahim Organizational Conflict Inventory - II), um instrumento constituído por 28 itens e composto pelas formas A, B e C), através das quais se pretende medir de que forma os indivíduos lidam com situações as conflituais perante os superiores (forma A), os subordinados (forma B) e os colegas (forma C). No nosso trabalho, propusemo-nos analisar, a título exploratório, uma amostra de 199 enfermeiros, com vista a tirarmos algumas conclusões sobre os comportamentos mais frequentes diante duma situação de conflito interpessoal no local de trabalho (Hospital ou Centro de Saúde). Para o tratamento estatístico dos dados utilizamos o programa informático Statically Package for Social Sciences (SPSS) versão 14 para Windows. A principal conclusão é que os enfermeiros no seu meio laboral usam mais o estilo de Colaboração com média de 4,1658, seguida do estilo Compromisso com média de 3,8291, sendo o estilo Dominação o menos usado com média de 2,6080. ABSTRACT: This presentation depicts the conflict management styles which prevail on the labouring environment of São Miguel Island’s nurses. The central idea of this research work is fundamentally based on the conflict management process, more precisely on the interpersonal conflict management styles, which is an important subject-matter if one wants to understand behavior, styles adopted by nurses, or their performance when faced with a conflict situation. The study is descriptive because it seeks to understand and describe the phenomenon through the relations between variables, but at the same time, with an analytical nature because it uses the content analysis. On the theoretical framing, we focus on the nurses’ work situation, on some theoretical considerations about conflict where we include among other topics, the conflict conceptualization, history, results and some methods of solving conflicts. As a theoretical support for this work we use the Rahim and Bonoma’s five styles bidimensional Model (1979) which are: Collaboration (high interest on oneself and high interest on others); accommodation (low interest on oneself and high interest on others); domination (high interest on oneself and low interest on others); avoidance (low interest on oneself and low interest on others); and compromise (medium interest on oneself and on others). For the data gathering we used the ROCI-II (Rahim Organizational Conflict Inventory – II), an instrument set up by 28 items and composed by the A, B and C) forms, through which we intend to estimate how individuals deal with conflict situations facing their superiors (A form), their subordinates (B form) and their co-workers (C form). On our work, we have proposed ourselves the analysis, on an exploratory level, of a sample of 199 nurses, with the purpose of with drawing some conclusions about the most frequent behavior facing an interpersonal conflict situation on the work place (Hospital or Health Centre). For the data statistical treatment we’ve used the Statically Package for Social Sciences (SPSS) software, version 14 for Windows. The main conclusion is that nurses have a tendency to use the collaboration style, with an average of 4,1648, followed by the compromise style with an average of 3,8291, being the less used the domination style with an average of 2,6080.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Cardoso, Carlos José Cabral
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia