Document details

Caracterização da pesca com arte de xávega na zona costeira adjacente ao estuár...

Author(s): Antunes, Mariana, 1981- cv logo 1

Date: 2007

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/1191

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Pesca; Artes de pesca; Portugal; Teses de Mestrado


Description
Tese de mestrado em Biologia (Pescas e Aquacultura) apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Ciências, 2007 The beach seine fishery is carried out along the Portuguese coast by small fishing communities. The fishery is characterised by a non-selective gear, significant bycatch and large amounts of discards. The catches and discards were monitored monthly on the Costa de Caparica, from October and November 2006 and April until September 2007. A total of 72 hauls were analysed, 36 in spring tides and 36 in neap tides. The specimens were identified, weighted and measured and the amounts of retained and discarded fish were determined for each haul. The amounts retained by fishermen, direct sale and sold on the fish resale market were also determined. A total of 49 fish species, 4 mollusc species and 1 crustacean species were identified. Sardina pilchardus (Walbaum, 1792), Scomber japonicus Houttuyn, 1782 and Trachurus trachurus (Linnaeus, 1758), represented 95% of the catches. The discards and juveniles ratio represented 13% and 53% of the total catches, respectively. The discards were mainly species with no or low commercial value and juveniles. Discard levels varied according to species. Catches were influenced by seasons but not by tide cycles. Discards do not varied between seasons. The catches of some species presented variations according to environmental factors. The overall estimate for the annual catches and discards values were 840 tonnes and 106 tonnes, respectively. It was concluded that catches amount are extremely variable and the percentage of discarded fish very high. The amount of discards is sometimes higher than the amount of retained fish, which shows the need for new mitigation measures A pesca com arte de xávega é praticada por pequenas comunidades piscatórias distribuídas ao longo da costa continental portuguesa. Caracteriza-se por ser uma arte não selectiva e capturar grandes quantidades de pescas acessórias e rejeições. Foram realizadas campanhas de amostragem mensais nas praias da Costa de Caparica, em marés mortas e marés vivas, nos meses de Outubro e Novembro de 2006 e de Abril a Setembro de 2007. Foram analisados 72 lances, 36 em marés mortas e 36 em marés vivas. Procedeu-se à identificação, medição e pesagem dos exemplares capturados e determinou-se os quantitativos das capturas e rejeições para cada lance. Para cada espécie foram também avaliadas as quantidades consoante o destino do pescado (lota, venda na praia, consumo próprio ou rejeição). Foram identificadas 49 espécies de peixes, 4 espécies de moluscos e 1 espécie de crustáceo. As espécies mais abundantes foram a sardinha, Sardina pilchardus (Walbaum, 1792), a cavala, Scomber japonicus Houttuyn, 1782 e o carapau, Trachurus trachurus (Linnaeus, 1758), que representaram 95% das capturas. As rejeições e os juvenis representaram 13% e 53% do total das capturas, respectivamente. As rejeições eram constituídas por espécies com baixo ou nulo valor comercial e juvenis. Os níveis de rejeição variaram consoante a espécie. As capturas apresentaram variações sazonais, mas não em função da fase do ciclo de maré. As rejeições não apresentaram variações sazonais significativas. Algumas espécies apresentaram variações nas capturas em função dos factores ambientais considerados. Estimou-se um total anual de 840 toneladas de capturas e 106 toneladas de rejeições. Concluiu-se que as capturas são variáveis e os quantitativos das rejeições elevados, sendo por vezes superiores ao pescado comercializado, tornando necessárias novas medidas de mitigação
Document Type Master Thesis
Advisor(s) Cabral, Henrique, 1969-
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia