Document details

A influência da infertilidade na satisfação conjugal e no ajustamento familiar

Author(s): Couto, Filipa Ribeiro do cv logo 1

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/4948

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Satisfação conjugal; Infertilidade; Ajustamento conjugal; Teses de mestrado - 2011


Description
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011 O presente estudo centra-se na satisfação conjugal e no ajustamento familiar, e tem como objectivo avaliar o impacto da infertilidade na satisfação e no ajustamento familiar. No estudo participaram 45 casais, que frequentam a consulta de infertilidade da Maternidade Dr. Alfredo da Costa. Utilizou-se a Escala de Avaliação da Satisfação em Áreas da Vida Conjugal (EASAVIC; Narciso & Costa, 1996) e a Escala de Avaliação da Adaptabilidade e Coesão Familiar (FACES II; Olson & Tiesel, 1991) para avaliar, respectivamente, a satisfação conjugal e o ajustamento familiar. Foi ainda construído um Questionário Sócio-Demográfico e Clínico para obtenção de informação sobre cada um dos elementos do casal e sobre as características da infertilidade. Os resultados obtidos permitem concluir que o número de anos de tratamento de infertilidade não influencia a satisfação conjugal, a coesão familiar e o ajustamento familiar, porém outras variáveis revelaram ter influência. Tendo como base a literatura discutem-se os resultados sobre as temáticas em análise. Algumas limitações a este estudo são apontadas e lançam-se hipóteses para investigações futuras. The present study focuses on marital satisfaction and family adjustment, and aims to evaluate the impact of infertility in satisfaction and family adjustment. The study involved 45 couples attending infertility appointments in Maternity Dr. Alfredo da Costa. It was used the Scale for Assessment in the Areas of Life Satisfaction in Marriage life (EASAVIC, Narciso & Costa, 1996) and the Scale for Assessment of the Family Adaptability and Cohesion (FACES II, Olson & Tiesel, 1991) to evaluate the marital satisfaction and family adjustment. It was also made a Socio-Demographic and Clinical Questionnaire to obtain information about each one of the partners and the characteristics of the infertility. The results obtained showed that the number of years of infertility treatment has no effect on marital satisfaction, family cohesion and family adjustment, but other variables revealed to have influence. Having as base the literature the results are discussed on the issues under analysis. Some limitations to this study are pointed out and hypotheses are given for further investigations.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Justo, João Manuel Rosado de Miranda, 1958-
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo