Document details

Os modelos pedagógicos em contexto de educação a distância : como definir os ob...

Author(s): Trindade, Anícia Rebelo, 1981- cv logo 1

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10451/823

Origin: Repositório da Universidade de Lisboa

Subject(s): Tecnologias educativas; Modelos pedagógicos; Educação à distância; E-learning


Description
Tese de mestrado, Ciências da Educação (Tecnologias Educativas), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009 Com este estudo de investigação pretendemos contribuir para uma compreensão dos modelos pedagógicos em contexto de educação a distância, centrado na problemática de como definir e atingir os objectivos de aprendizagem. Estamos cientes que os cursos ministrados em regime de e-learning não têm de ser uma adaptação dos tradicionais cursos por correspondência em que a interactividade e o desenvolvimento dos mesmos têm apresentado lacunas (Watkins, 2005). Outrossim, devem utilizar as tecnologias disponíveis na Web 2.0 para facilitar a aprendizagem on-line, torná-la interactiva, apresentável e benéfica para os estudantes, cursos esses que deverão estar assentes em modelos pedagógicos que contribuam para que os estudantes alcancem os objectivos de aprendizagem propostos (Watkins, 2005). Por este motivo resolvemos: (a) perceber se os professores que concebem os cursos em regime de e-learning adoptam de um modo explícito um ou mais modelos pedagógicos; (b) analisar como é que os professores/conceptores em contexto de educação a distância em regime de e-learning entendem e formulam os objectivos de aprendizagem; (c) compreender como os professores/conceptores relacionam os modelos pedagógicos com o alcance dos objectivos de aprendizagem (d) conhecer que instrumentos os professores/conceptores utilizam para avaliar se os estudantes atingiram os objectivos de aprendizagem. Para alcançar estes objectivos, optámos por utilizar como metodologia de recolha de dados a entrevista semi-directiva, feita a professores/conceptores e coordenadores de cursos em regime de e-learning de duas instituições de ensino superior em Lisboa. Para desenvolvimento deste estudo, contou-se com a colaboração de três professores/conceptores, bem como um coordenador dos cursos em regime de e-learning da Universidade Aberta de Lisboa, e três docentes professores/conceptores e um coordenador dos cursos em regime de e-learning da Universidade Católica de Lisboa, totalizando oito entrevistados. Entre as conclusões a que se chegou, salientamos que os professores/conceptores tentam que o modelo pedagógico a utilizar seja construtivista, se bem que em cursos com estudantes na casa das centenas, utilizam modelos auto-dirigidos, e referem que a utilização do modelo pedagógico depende do contexto em que se está inserido, se de reflexão, ou de memorização; segundo os professores/conceptores os modelos pedagógicos devem estar adequados aos objectivos de aprendizagem, sendo que os objectivos de nível mais elevado (compreensão, reflexão e análise) estão ligados a modelos construtivistas, e modelos com base behaviorista funcionam muito bem quando se pretende promover aprendizagens mais mecanizadas, objectivos de nível mais operacional. With the following study, conducted under the master's area of expertise in educational technology, we intend to understand the use of pedagogical models in the context of distance learning, standing out the problematic of the achievement of learning goals. We all know that e-learning courses shouldn't be an adaptation of the traditional courses of correspondence where the interactivity has presented some gaps (Watkins, 2005). Indeed, the technologies available in Web 2.0 should be used to ease, motivate and appeal students through learning activities, related to the pedagogical models and contribute to the achievement of the learning goals (Watkins, 2005). With this proven need, we intend to understand if teachers that conceive the e-learning courses adopt one or two pedagogical models in a clear way; analyze how the teachers/conceivers of practical and theatrical courses understand and define the learning goals; comprehend in what way this conceivers relate the achievement of learning goals with the pedagogical models; figure out whose instruments conceivers/teachers use to evaluate if the students actually achieved the learning goals. In a way to understand these central goals, the chosen methodology is centered in semi directed interviews with teachers of two universities in Lisbon, which contributed to comprehend the pedagogical models used in distance learning and the challenge of defining learning goals. To develop this study, we counted with the cooperation of three conceivers/teachers, the director of e-learning courses of Open University of Lisbon, three conceivers/teachers and also a director of e-learning courses of the Catholic University of Lisbon, having interviewed eight subjects for this research. Amongst the conclusions that were achieved we stand out the fact that the conceivers try to use a constructivist pedagogical mode, even though, in courses that are attended by thousands of students is mostly used an auto directive model, and in this case, conceivers/teachers refer that the use and the choice of the pedagogical model depends on the context, either reflection or memorizing context; according to the conceivers, pedagogical models should be suitable to the learning goals, the ones that have a higher level (comprehension, reflection and analysis) are connected to constructivist, and behavioral models that work very well when we intent to promote a more mechanized approach and a more operational level of goals.
Document Type Master Thesis
Advisor(s) Miranda, Guilhermina Lobato, 1956-
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents