Document details

Contributo das Unidades de Saúde Familiar Norte enquanto instrumento de apoio a...

Author(s): Ferreira, Joana Filipa Borges da Cunha cv logo 1

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10348/712

Origin: Repositório da UTAD

Subject(s): USF; Envelhecimento; Dimensões; Modelo A/B; Interior/Litoral; Aging; Dimensions; Model A/B; Interior/ Coast


Description
A reforma dos Cuidados Saúde Primários (CSP), nomeadamente a criação das USF’s, fez-nos olhar para o seu contributo para com os mais velhos. Sempre com a visão das sete dimensões definidas pela Missão para os Cuidados de Saúde Primários,e que são: disponibilidade, acessibilidade, produtividade, qualidade técnico-científica, efectividade, eficiência e satisfação, definimos como nosso objectivo avaliar o contributo das USF´s com sete dimensões. Desde logo, surgiram-nos algumas questões: o que é uma Unidade de Saúde Familiar (USF)? Até que ponto as USF’s conseguem ser um instrumento de gestão para o envelhecimento? Qual o perfil dos utentes das USF’s do interior e do litoral, do Modelo A e do Modelo B? Foi a partir destas, e de outras interrogações, que emergiu o tema desta investigação “O Contributo das USF’s Norte enquanto instrumento de apoio ao envelhecimento”. A metodologia utilizada no estudo é quantitativa correlacional, observacional e transversal, decorrendo a aplicação do instrumento de recolha de dados, no período de Julho e Agosto de 2009. No geral, a avaliação de todas as dimensões é positiva, verificando-se que o serviço, o funcionamento e o desempenho dos profissionais das USF’s é considerado entre o razoável ou moderado, e o bom ou moderado alto. Verifica-se ainda que existe a tendência para que a média obtida seja sempre superior nos inquiridos do Interior, mas a diferença não pode ser assumida em todas as dimensões. As maiores diferenças estão entre os Modelos implementados e, dentro destes grupos, a diferença encontra-se mais expressiva por zona geográfica no Modelo B. Mediante o sexo dos inquiridos conclui-se que a opinião sobre as USF’s não sofre oscilações, sendo que a comparação dos resultados foi realizada com recurso a um teste não-paramétrico. The Reform of Primary Health Care (PHC), including the establishment of USF's, made us look for their contribution towards the elders. Always with the vision of the seven dimensions defined by the Mission for Primary Health Care, which are: availability, accessibility, productivity, technical and scientific quality, effectiveness, efficiency and satisfaction, we set as our objective to evaluate the contribution of USF with those seven dimensions. Firstly, there were a few questions: What is a Family Health Unit (USF)? How can they be a tool to manage the aging? What is the profile of users of USF's of the interior and of the coast, and of the Model A and Model B? It was from these and other questions that emerged this research theme "The Contribution of USF's North as a tool to support aging”. The methodology used in the study is correlational quantitative, observational and transversal, and the application of the instrument to collect data occurred between July and August 2009. Overall, the evaluation of all dimensions is positive, verifying that the service, operation and performance of professionals in USF's is considered among the reasonable and moderate, and good or moderate high. We can still verify that the tendency for the average score is always higher among the respondents of the Interior, but the difference can not be assumed in all dimensions. The major differences are between the implemented models and, within these groups, the difference is more significant by geographical area in Model B. According to the sex of respondents we can conclude that the opinion on USF's does not fluctuate, although this comparison of results was performed using a nonparametric test. Dissertação de Mestrado em Gestão de Serviços de Saúde
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Nogueira, Fernanda Maria Duarte; Menchero, Maria Asensio
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia