Document details

Pecados de mulheres : a cosmovisão medieval : das constituições sinodais e livr...

Author(s): André, Carolina Limas Soares cv logo 1

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.2/1450

Origin: Repositório Aberto da Universidade Aberta

Subject(s): História; Idade média; Mentalidade; Sociedade; Clero; Mulheres; Pecado; Comportamento; Comportamento sexual; Cultura portuguesa; Literatura popular; Conto


Description
Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta A dissertação «Pecados de Mulheres - a Cosmovisão Medieval: das Constituições Sinodais e Livros de Penitenciais ao Horto do Esposo e Contos Populares e Lendas, Coligidos por José Leite de Vasconcellos», procede à análise comparativa de textos normativos, (dos séculos XIII ao XV), com a obra Horto do Esposo (séculos XIV- XV) e com Contos Populares e Lendas, compilados por José Leite de Vasconcellos (dos finais do século XIX ao início do século XX), no que diz respeito a pecados de mulheres. Numa primeira fase, foram estudadas constituições enunciadas em sínodos de Lisboa, Porto e Braga e também apresentadas no Tratado de Confissom e no Libro de las Confesiones, de Martín Pérez, onde identificámos diversos pecados da carne e os do espírito cometidos por mulheres. Num segundo momento, foram examinados pecados de mulheres existentes em exempla no Horto do Esposo e relacionados com os pecados encontrados nos textos normativos. Graças a esta comparação, foi possível encontrar, no Horto do Esposo indícios de uma visão pessoal e subjectiva sobre a mulher e seus pecados. Finalmente, a análise dos Contos Populares e Lendas permitiu verificar que os pecados da carne e do espírito analisados em textos normativos e no Horto ainda permaneciam no universo imaginário popular. Independentemente desta base comum, ressalta, nos textos tradicionais, a valorização da esperteza da mulher que, impunemente, dissimulava os pecados da carne e manipulava o marido conseguindo manter o seu casamento. Frequentemente, a mulher que cometia pecados do espírito, também consegue obviar eventuais castigos. Estas constatações sugerem a minimização dos pecados em estudo no quadro da tradição popular. A este nível, os textos medievais e tradicionais diferem consideravelmente. Para tal concorrerá, além da distância temporal e de alguma consequente suavização de costumes, a diferença básica de ponto de vista que separa textos normativos produzidos em ambiente clerical de textos populares onde a vertente satírica e anti-clerical se faz notar. The study called «Pecados de Mulheres - a Cosmovisão Medieval: das Constituições Sinodais e Livros de Penitenciais ao Horto do Esposo e Contos Populares e Lendas, Coligidos por José Leite de Vasconcellos», aims to compare normative texts from the 13th century to others from the 15th century with the work called Horto do Esposo (14th-15th century) and also with Contos Populares e Lendas, collected by José Leite de Vasconcellos (from the end of the19th century to the beginning of the 20th century) as far as women’s sins are concerned. At a first stage, constitutions from synods of Lisboa, Porto and Braga and also from Tratado de Confissom and Libro de las Confesiones, from Martín Pérez, were studied, and different sins of the flesh and of the spirit committed by women were recognized. At a second moment, sins committed by women were examined in exempla in the work Horto do Esposo and related to the sins found in the normative texts. Thanks to this comparison, it was possible to find in the Horto do Esposo signs of a personal and subjective point of view about women and their sins. Finally, the study of Contos Populares e Lendas allowed us to verify that the sins of the flesh and spirit analysed in normative texts and in the Horto still remained in the imaginary popular universe. Regardeless this common base, it pointed out the valorisation of woman’s sagacity /craft in the traditional texts, who therefore, managed to hide the sins of the flesh and manipulated her husband in order to continue with her marriage. Frequently, the woman that committed the sins of the spirit, also managed to avoid possible punishments. These conclusions suggest that the sins studied are minimized as far as the popular tradition is concerned. Therefore, medieval and traditional texts differ substantially. Besides the time distance and the smoothing of customs/behaviours, it is also important to consider the different point of view that separates normative texts written in a clerical environment from popular texts, where a satiric and anti-clerical point of view is noticed.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Dias, Isabel de Barros
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia