Document details

Prática desportiva e inteligência emocional : estudo da influência do desporto ...

Author(s): Kerkoski, Marcio José cv logo 1

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/1822/9947

Origin: RepositóriUM - Universidade do Minho

Subject(s): Inteligência Emocional; Desporto; Emotional Intelligence; Sports Practice


Description
Tese de doutoramento em Estudo da Criança (ramo de conhecimento em Educação Física, Lazer e Recreação) O fenômeno desportivo é um campo em que se entrelaçam emoções, inteligência, imaginação, criatividade, relações, o que o caracteriza como um campo privilegiado para o estudo de Inteligência Emocional. Os objetivos gerais do estudo foram: determinar qual a contribuição do Desporto para a formação das dimensões relacionadas com a Inteligência Emocional à luz da proposta de QE de Bar-On & Parker (2000) pelas comparações entre atletas do mesmo gênero e diferentes desportos, entre atletas de gêneros diferentes de um mesmo desporto e entre atletas e não-atletas; e Identificar qual a contribuição dos Desportos, suas representações e práticas para a formação de aptidões e competências da Inteligência Emocional a partir da perspectiva de treinadores, pais ou responsáveis e da própria criança. A metodologia utilizada teve características quantitativas e qualitativas. Na abordagem quantitativa foi aplicado o questionário EQ-i: YV (Bar-On Emotional Questionnaire Inventory: Young Version) de Bar-On & Parker (2000) com 221 praticantes de Voleibol, Basquetebol e Natação e com 233 não-praticantes de nenhum tipo de desporto. Os resultados quantitativos demonstraram que cada modalidade desportiva produz um efeito distinto nas dimensões da Inteligência Emocional, possivelmente, por ser composta por um contexto próprio. Quando considerado o grupo dos atletas, reunindo os três grupos, no cotejo com os não-atletas, as comparações estatísticas demonstraram haver diferenças estatisticamente significativas com um p= 0,05 nas dimensões Interpessoal e Adaptabilidade e no total de QE em favor das maiores médias dos atletas. Os resultados também demonstraram que ocorrem diferenças estatisticamente significativas com um p= 0,05 nas dimensões Gerenciamento do Estresse e Impressão Positiva, em favor das médias dos não-atletas. Na abordagem qualitativa 18 indivíduos (06 crianças, 06 treinadores e 06 pais) foram entrevistados. O roteiro de entrevista foi construído com base no questionário de Bar-On & Parker (2000). De uma maneira geral, as representações identificadas nas declarações dos atletas, pais e treinadores apresentam haver influência da prática desportiva no desenvolvimento das dimensões Intrapessoal, Interpessoal, Gerenciamento do Estresse, Adaptabilidade e Humor Geral. Além desta contribuição, as representações também apontam para o desenvolvimento de valores humanos, sociais e psicossociais no ambiente desportivo, o que implica as relações de algumas aptidões aprendidas no Desporto e sua aplicação para a vida do ser humano. Os relatos confirmam os resultados encontrados na abordagem quantitativa nas dimensões Interpessoal e Adaptabilidade. Quanto às dimensões Intrapessoal e Humor Geral, os relatos demonstram que a prática desportiva desenvolve estas dimensões. Na dimensão Gerenciamento do Estresse, os relatos confirmam a literatura, ou seja, a prática desportiva é capaz de desenvolver em seus praticantes esta dimensão. Sports practice is a field that deals with emotions, intelligence, imagination, creativity and interpersonal relationships, which makes it an ideal forum for the study of Emotional Intelligence. The general objectives of this study were: to determine what sport’s contribution there is to the formation of dimensions related to Emotional Intelligence under the perspective of QE of Bar-On & Parker (2000) using comparisons between athletes from the same genre and different sports, between athletes from different genres and the same sport, and between athletes and non-athletes; in addition to identifying how sports and their practical representations can contribute to the development of aptitudes and competences related to Emotional Intelligence from coaches, parents or legal guardians, and the kid’s own perspective. Qualitative and quantitative characteristics were applied in this research methodology. Concerning the quantitative approach, the EQ-i: YV (Bar-On Emotional Questionnaire Inventory: Young Version) de Bar-On & Parker (2000) questionnaire was applied with 221 of volleyball, basketball and swimming practitioners, and 233 non-practitioners of any kind. The quantitative results showed that each sport has a distinct effect on the dimensions of Emotional Intelligence, possibly because Emotional Intelligence is formed by its own context. When comparing the athletes’ group to the non-athletes’, the statistical comparisons show that there are statistically significant differences with a p=0,05 in the interpersonal and adaptability dimensions, as well as in the total of QE favorable to the highest averages of the athletes. The results also show that there are statistically significant differences with a p=0,05 in the stress management and positive impression dimensions favorable to the non-athletes averages. Regarding the qualitative approach, 18 people (6 kids, 6 coaches and 6 parents) were interviewed. The interview guideline was made based on Bar-On & Parker (2000) questionnaire. In general terms, the claims made by the athletes, coaches and parents show that there is influence of sports in the development of intrapersonal, interpersonal, stress management, adaptability and general mood dimensions favorable to the non-athletes average. Apart from that, sports also help in the development of human, social and psychosocial values in the sports atmosphere, which explains some aptitudes learnt with sports being applied to human’s lives. The reports confirm the results found in the quantitative approach, as well as in the interpersonal and adaptability dimensions. Regarding the intrapersonal and general mood dimensions, the results show that sports practice develop them. Regarding stress management, reports confirm the literature, which means that Sports practice is capable of developing this dimension in its practitioners.
Document Type Doctoral Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Cunha, António Camilo; Cruz, Judite Maria Zamith
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo