Document details

Supervisão de práticas lectivas no ensino das ciências em contexto europeu : um...

Author(s): Sousa, Arminda Maria Malho Santos cv logo 1

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/1075

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Supervisão; Ensino das ciências; Prática pedagógica


Description
O Ensino das Ciências deve envolver e respeitar os alunos, ter em conta as suas características e interesses, as suas motivações, as suas dificuldades, os seus desempenhos e respectivos pontos de vista. Torna-se essencial desenvolver actividades que valorizem contextos não estritamente académicos, mas que surjam por necessidade de encontrar respostas para problemas do quotidiano. É importante conhecer, conceber e implementar estratégias de ensino e de aprendizagem que promovam nos alunos o desenvolvimento de competências cognitivas e socio-afectivas e de atitudes, que se adeqúem a situações do dia-a-dia. Assim, torna-se fundamental entender qual o grau de envolvimento dos alunos na aprendizagem das Ciências e que estratégias devem ser implementadas para fomentar o interesse pela aprendizagem das Ciências. Ao relatar o processo de concepção, implementação e reestruturação de estratégias didácticas, concebidas em parceria, em contexto online, envolvendo dois contextos educativos distintos e distantes emergiu o processo de reflexão sobre a prática que consubstanciou a interacção entre o pensamento e a acção. Neste projecto explanou-se a dimensão colaborativa, auto-reflexiva e autoformativa no desenvolvimento profissional da professora-investigadora e respectiva colega da República Checa atribuindo especial ênfase à auto- e hetero- supervisão das práticas lectivas, e o impacte causado na melhoria da qualidade das aprendizagens dos alunos. A investigação desenvolveu-se em 3 fases: Na fase 1, para que a professora-investigadora pudesse desenvolver o presente projecto teve que em primeiro lugar proceder à (re)construção de conhecimentos sobre Supervisão, Ensino e Aprendizagem das Ciências e Ambientes de Aprendizagem e Motivação . Na fase 2 procedeu-se à concepção, desenvolvimento e implementação de materiais didácticos adequados ao estudo da temática “Obtenção de matéria pelos seres autotróficos: Fotossíntese e Quimiossíntese”. O planeamento e desenvolvimento de estratégias de ensino e de aprendizagem, bem como a sua implementação decorreram em ambiente online, usando para tal, preferencialmente, as ferramentas Web 2.0, e-mail e Skype. Na fase 3 avaliaram-se as implicações da auto- e hetero-supervisão das práticas lectivas no desenvolvimento pessoal e profissional das professoras, na motivação para a aprendizagem da temática em causa e na melhoria da qualidade das aprendizagens dos alunos. A recolha de dados foi feita através de notas de campo e dos registos dos diários das professoras onde se podem encontrar anotações relativas a observações, reflexões, interpretações, hipóteses e explicações de ocorrências, contribuindo estes para o desenvolvimento do seu pensamento crítico e o aperfeiçoamento das suas práticas. Para a recolha de opiniões dos alunos participantes, relativamente à forma como avaliam os materiais didácticos e as metodologias implementadas, utilizou-se um inquérito por questionário. Entre ambas as docentes procurou estabelecer-se uma cultura de parceria e supervisão reflexiva, edificando interacções críticas geradas pelo diálogo e feedback abertos e francos. Da reflexão partilhada resultou a (re)construção de conhecimento, em função da capacidade de cada uma das professoras para processar e relacionar a informação que já detinha com a informação e novos sentidos que a parceria colaborativa lhes acrescentou, cabendo à supervisão (auto- e hetero-) a gestão dos processos de reconstrução. O estudo permitiu ainda, apontar para as vantagens da auto- e da heterosupervisão das práticas lectivas na motivação e na melhoria da qualidade das aprendizagens dos alunos, em ambiente online, potenciando a utilização das tecnologias de informação e comunicação. ABSTRACT: The teaching of science should involve and respect students, take into account their characteristics and interests, their motivations, their difficulties, their performance and their respective points of view. It is essential to develop activities which not only value strictly academic contexts, but which arise out of a need to find answers to day-to-day problems. It is important to know, conceive and implement teaching and learning strategies which promote the development of cognitive and social skills and attitudes in the students and which are suited to everyday situations. Thus, it is crucial to understand what the degree of student involvement in learning science is and which strategies should be implemented to foster their interest in learning this subject. In reporting the process of conception, implementation and restructuring of didactic strategies, conceived in partnership, in an online context, involving two distinct and distant educational contexts the process of reflection on the practice which underpinned the interaction between thought and action emerged. In this project the collaborative, self-reflecting and self-teaching aspect in the Professional developing of the teacher-investigator and respect Czech colleague was explained. Special emphasis was given to self and peersupervision of teaching practices and the impact they have on improving the quality of the students’ learning. The research was developed in three stages: In stage 1, so that the teacher-researcher could develop this project she had to first proceed to (re)constructing notions of science supervision, teaching and learning, as well as learning and motivation environments. In stage 2 we proceeded to conception, development and implementation of appropriate didactic materials in the study of “How Autotrophic Beings Obtain Matter: Photosynthesis and Chemosynthesis.” Planning and developing strategies of teaching and learning, as well as implementing them occurred in an online environment, preferentially using such tools as Web 2.0, e-mail and Skype. In stage 3 the implications of self and peer-supervision of the teaching practices in the personal and professional development of the teachers, motivation for learning this topic and improvement in the quality of the students’ learning. The data was gathered through field notes and entries in the teachers’ journals which hold notes on observations, reflections, interpretations, hypotheses and explanations of occurrences. These journal entries contributed to the development of their critical thinking and to perfecting their practices. A questionnaire was used to collect the participating students’ opinions on their assessment of the didactic materials and the methodologies. A culture of reflective partnership and supervision between both teachers was established thereby edifying critical interactions generated through dialogue and frank, open feedback. The shared reflection resulted in a (re)construction of knowledge as a function of the capacity for each of the teachers to process and relate the information they already had with the information and new meanings that the collaborative partnership added while it was left to the supervision (self and peer) to manage the reconstruction processes. The study also helped to find the advantages and disadvantages in self and peer-supervising of teaching practices in motivating and improving the quality of students’ learning in an online environment enhancing the use of information and communication technologies. Mestrado em Supervisão
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pombo, Lúcia Maria Teixeira; Marques, Luís Manuel Ferreira
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia