Document details

Formação contínua de professores de ciências e de filosofia : contributos de um...

Author(s): Morgado, Margarida Maria Monteiro cv logo 1

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/1124

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Formação de professores; Professores de ciências; Professores de filosofia; Educação para o desenvolvimento


Description
Este estudo pretende ser uma contribuição para a resposta aos apelos desafiadores de diversos autores e organizações internacionais, em particular das Nações Unidas, ao reconhecerem a importância da educação para a sustentabilidade através da proposta da Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (2005-2014). A formação contínua de professores desenvolvida em comunidades de aprendizagem interdisciplinares, constituídas por professores de Ciências e de Filosofia, foi assumida nesta investigação com um instrumento que pode potenciar o incremento da interdisciplinaridade entre estas áreas do saber e promover o desenvolvimento profissional dos professores. O estudo realizado centra-se em três fases: Fase I – Diagnóstico de concepções de professores de Ciências e de Filosofia acerca da pertinência que atribuem às interacções intergrupais (Ciências/Filosofia) como contributo para a melhoria das suas práticas pedagógicas e das aprendizagens dos alunos no âmbito da educação para a sustentabilidade. Fase II – Concepção e implementação de um programa de formação contínua numa comunidade de aprendizagem interdisciplinar, constituída por professores de Ciências e de Filosofia de uma escola. Fase III – Avaliação das percepções dos professores/formandos sobre os impactes do programa de formação no incremento da interdisciplinaridade, na leccionação da temática Sustentabilidade na Terra, no desenvolvimento profissional dos participantes e nas práticas de formação contínua de professores. A Fase I incide sobre o diagnóstico de concepções de professores de Ciências e de Filosofia, para o qual foi concebido um questionário, aplicado em dezoito escolas do Ex-CAE de Viseu, e ao qual responderam 185 professores. Os indicadores obtidos revelam que os professores de Ciências e de Filosofia reconhecem a relevância das suas próprias áreas disciplinares para a formação dos alunos. No entanto, a interdisciplinaridade entre as Ciências e a Filosofia é escassa, apesar dos professores considerarem que pode ser útil na planificação das actividades lectivas. Consideram, também, que pode promover a implementação de estratégias de ensino mais diversificadas e contribuir para o incremento de uma cultura de colaboração nas escolas. Os professores de Ciências e de Filosofia reconhecem que a abordagem da temática Sustentabilidade na Terra necessita de conceitos para além dos que são abordados individualmente nas disciplinas leccionadas e pode ser facilitada se forem implementados materiais didácticos construídos com colegas do seu e de outros grupos disciplinares. A Fase II parte das concepções diagnosticadas, dos indicadores da investigação em Didáctica, das actuais perspectivas de ensino e de aprendizagem preconizadas para os Ensinos Básico e Secundário e de um modelo de formação reflexiva, crítica e ecológica (Bronfenbrenner, 1979; Alarcão, 1996; Sá-Chaves, 1997; Schön, 2000) e elabora-se um programa de formação contínua de professores de cariz interdisciplinar (Ciências e Filosofia). Este programa de formação foi implementado a vinte e quatro professores de Ciências e de Filosofia de uma Escola Secundária da região Centro-Norte de Portugal, durante o ano lectivo de 2008/2009 e teve a duração de cinquenta horas presenciais e cinquenta horas não presenciais. Nele aprofundam-se conhecimentos no âmbito da educação em Ciência e em Filosofia, promovendo a ligação entre ambas e facilitando, deste modo, a sua transposição didáctica. Promove-se a articulação entre a investigação e as práticas pedagógicas e proporciona-se a análise e o aprofundamento de temáticas transversais às Ciências e à Filosofia. Procura-se, deste modo, potenciar a especificidade das áreas do saber envolvidas e promover o enriquecimento de perspectivas nos participantes. Das dinâmicas estabelecidas emergem percursos formativos que permitem a construção de materiais didácticos, estruturados numa perspectiva construtivista de cariz interdisciplinar, para a temática Sustentabilidade da Terra, leccionada nas disciplinas de Ciências (Ensino Básico e Secundário) e de Filosofia (Ensino Secundário). Estes materiais didácticos são, posteriormente, implementados pelos professores de Ciências e Filosofia no contexto de sala de aula. Na Fase III desta investigação avaliam-se as percepções sobre os impactes do programa de formação no incremento da interdisciplinaridade entre os professores de Ciências e de Filosofia, na leccionação da temática Sustentabilidade na Terra, no desenvolvimento profissional dos professores que nele participaram e na melhoria das práticas de formação contínua de professores. Os indicadores obtidos apontam no sentido de que o processo formativo experienciado contribuiu para: - ajudar a derrubar barreiras disciplinares existentes entre os professores de Ciências e de Filosofia; - a construção, numa lógica interdisciplinar, de materiais didácticos diversificados para a temática Sustentabilidade na Terra, que foram reconhecidos pelos alunos como inovadores e importantes para a vivência de aprendizagens activas e contextualizadas; - a modificação de algumas práticas pedagógicas dos professores participantes; - a identificação de potencialidades das comunidades de aprendizagem interdisciplinares na formação contínua de professores. As conclusões obtidas nesta investigação levam a considerar que há necessidade de serem trilhados novos caminhos no campo da formação contínua de professores, procurando criar mecanismos de trabalho e de cooperação que permitam uma efectiva partilha de saberes e de valores entre professores de diferentes áreas disciplinares, que informem novas atitudes, reais e consentâneas com uma prática pedagógica reflexiva e interdisciplinar. Deste modo, considera-se que a adopção de um modelo reflexivo de formação contínua de professores, baseado na constituição de comunidades de aprendizagem interdisciplinares, ajuda os professores a terem uma visão mais integradora dos saberes e a reconhecerem as potencialidades da interdisciplinaridade entre as Ciências e a Filosofia na melhoria das práticas pedagógicas. Pode, também, constituir-se como resposta aos desafios da educação no século XXI, facilitando o exercício de uma cidadania de responsabilidade e participativa e apontando perspectivas para a resolução de problemas da sociedade actual, entre os quais se incluem os relacionados com a sustentabilidade do planeta Terra. ABSTRACT: The aim of this study is to contribute to the response to the challenging calls made by several authors and international organizations, namely the United Nations, in order to recognize the importance of education for sustainability as put forward in the Decade of Education for Sustainable Development (2005- 2014). This research project assumed in service teacher training programs developed within the scope of interdisciplinary learning communities (in this case made up of Science and Philosophy teachers) as an instrument which may foster interdisciplinarity between different subject areas and teachers’ professional development. The study focuses on three phases: Phase I – Diagnosis of Science and Philosophy teachers’ conceptions about the relevance of intergroup interactions (Science/Philosophy) to the improvement of teaching practices and students’ learning achievements as far as education for sustainability is concerned. Phase II – Conception and implementation of an in service teacher training program in an interdisciplinary learning community composed of Science and Philosophy teachers working in the same school. Phase III – Assessment of teachers / trainees’ perceptions of the impact of the training program on: i) the increase of interdisciplinarity; ii) teaching practices regarding the topic of Sustainability on Earth; iii) the participants’ professional development and; iv) the ongoing teacher training practices. Phase I focuses on the diagnosis of Science and Philosophy teachers’ conceptions. To this end, a questionnaire was designed and applied to eighteen schools of the Ex-Regional Board of Education of Viseu; 185 teachers responded to the questionnaire. The results obtained show that Science and Philosophy teachers recognize the relevance of their own subject areas for students’ education. Nevertheless, interdisciplinarity between Science and Philosophy is scarce, even though the respondents considered it could be useful for planning their teaching activities. They also considered that it could promote the implementation of more diversified teaching strategies and contribute to the increase of a culture of collaboration within schools. Both Science and Philosophy teachers recognize that the approach used for teaching the topic of Sustainability on Earth requires concepts which go beyond those which are usually dealt with in the two subject areas and that this approach may be facilitated if teachers implement teaching materials developed with colleagues of their own subject areas and/or of other subject areas. Phase II takes into consideration the diagnosed conceptions, indicators emerging from the field of Science Education research, current teaching and learning recommendations for basic and secondary education, and a reflective, critical and ecological training model (Bronfenbrenner, 1979; Alarcão, 1996; Sá-Chaves, 1997; Schön, 2000) to develop an interdisciplinary in service teacher training program (Science and Philosophy). This training program, which comprised fifty contact hour and fifty non-contact hour work, was provided to twenty-four Science and Philosophy teachers of a secondary school in the north-central region of Portugal, during the 2008/2009 school year. Its purpose was to deepen knowledge within the scope of Science and Philosophy education, by fostering the connection between both subject areas and thus promoting their didactic transposition. The program promotes the articulation between the research and didactic practices and provides the opportunity for the analysis and deepening of topics which are transversal to Science and Philosophy. Thus, it seeks to enhance the specificity of the subject areas involved and to promote the enrichment of the participants’ viewpoints. The dynamics established allow the emergence of training paths which enabled the development of teaching materials on the topic of Sustainability on Earth designed according to an interdisciplinary constructivist perspective and applied in Science (basic and secondary education) and Philosophy (secondary education) classes. In Phase III of this research project, we assessed the impacts of the training program on: i) the increase of interdisciplinarity among Science and Philosophy teachers; ii) teaching practices concerning the topic of Sustainability on Earth; iii) the professional development of the teachers who participated in the training program and, iv) the improvements regarding ongoing teacher training practices. The results obtained show that the training process undergone contributed to: - helping to knock down existing barriers between Science and Philosophy teachers; - developing diversified didactic materials for the teaching of the topic of Sustainability on Earth based on an interdisciplinary logic; these materials were recognized by the students as innovative and important for making them experience active and contextualized learning’s; - changing some of the teaching practices of the teachers who participated in the program; - identifying the potentialities of interdisciplinary learning communities in service teacher training. The conclusions obtained from this research suggest that there is a need to tread new paths in the field of ongoing teacher training, namely those concerning the creation of working and cooperation mechanisms which may enable effective sharing of knowledge and values between teachers of different subject areas and thus inform new attitudes which are real and in line with a reflective and interdisciplinary teaching practice. Thus, we consider that by adopting a reflective in service teacher training model, based on the development of interdisciplinary learning communities, teachers may have a more integrated vision of knowledge and be able to recognize the potentialities of interdisciplinarity between Science and Philosophy for the improvement of their teaching practices. It may also become a response to the challenges of education in the 21st century, as it may foster the exercise of a responsible and participative citizenship and bring about viewpoints to solve the problems of today’s society, among which is the sustainability of planet Earth. Doutoramento em Didáctica
Document Type Doctoral Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Marques, Luís Manuel Ferreira; Araújo, Alberto Filipe
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia