Document details

Supervisão, formação e estratégias de ensino no 1º ciclo do ensino básico

Author(s): Gonçalves, Maria de Lurdes Ferreira cv logo 1

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/1410

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Supervisão; Metodologia de ensino; Motivação para a aprendizagem


Description
Este projecto visou contribuir para a melhoria do desempenho das práticas docentes através dum processo de auto-questionamento e auto-reflexão progressiva e crítica,com vista à melhoria do desempenho escolar dos alunos. Os estudos actuais sobre estilos de aprendizagem sugerem que os professores que estãoconscientes do seu estilo de aprendizagem preferido tendem a usar métodos de ensinovariados ( Claxton e Ralston, 1978; Dunn & Dunn, 1979; Marshall, 1991; Mosston eAshworth, 1990), o que facilita a aprendizagem dos alunos. As turmas apresentam um panorama diversificado de alunos no que toca aos estilos deaprendizagem e é importante que os professores estejam conscientes desta diversidade(Mainwaring-Bryer & Betts, 2004), de forma aadaptar as suas estratégias de ensino e favorecer assim a sua aprendizagem. O objectivo deste estudo foi encontrar formas desensibilizar um grupo de professorasdo 1º Ciclo sobre preferências de aprendizagem, através de uma formação que promoveu acções de investigação e que decorreu aolongo de 6 meses, sob um paradigma construtivista e reflexivo. Este trabalho de investigação desenvolveu-se ao longo do ano lectivo 2008/2009,em escolas do 1º ciclo do Ensino Básico dum mesmo Agrupamento, e contou com a colaboração de três professoras do 1º Ciclo. A investigação focou a abordagem supervisiva das práticas docentes das três professoras envolvidas no estudo e na detecçãode eventuais alterações decorrentes da formação ministrada sobre estilos de aprendizagem. A formação promoveu otrabalho cooperativo entre os vários elementos, com base emquadros teóricos de referência nas áreas da Supervisão, Formação Contínua e Estilos de aprendizagem. Visou, ainda, a concepção e implementação pedagógica pelas professoras de estratégias de ensino inovadoras, tendo em conta as preferências de aprendizagem dosseus alunos e a construção conjunta de materiais de apoio a essas aulas.As turmas contaram com um total de 57 alunos, com idades compreendidas entre os 7 e 9 anos ecada professora desenvolveu e implementou 3 estratégias. A metodologia de investigação foi mista, combinando investigação-acção e estudo de caso, recolhendo dados quantitativos e qualitativos.A investigação quantitativa surge aquando da aplicação dos questionários Learning Style Inventory (Kolb, 1999) e Elementary Learning Style Assessment (Dunn, Rundle & Burke, 2007), para identificar e caracterizar os estilos de aprendizagem das professoras e dos alunos, respectivamente. Acomponente qualitativa centrou-se na observação participante (formação) e não-participante (observação de aulas), em entrevistas semi-estruturadas das professoras colaboradoras, antes e após o programa de formação e reflexões escritas das professoras quer após as sessões de formação, quer após a implementação das estratégias. De acordo com Gray (2007:373), a investigação-acção implica “analisar o mundo, mas também tentar mudá-lo”. Foi possível registar oentusiasmo das professoras no processo de formação, bem como o seu envolvimento na concepção e implementação deestratégias específicas, de acordo com as preferências de aprendizagem dos seus alunos. O seu desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional contribuiu para umamudança das suas práticas docentes, contribuindo para um ensino de qualidade. ABSTRACT: This work aimed at contributing to the improvement of teaching practices through aprocess of self-questioning and critical self-reflection, with the ultimate aim of improving pupils’ performance. Contemporary research on learning styles suggest that teachers who are aware of the existence of different learning styles, tend to use diverse teaching methods (Claxtonand Ralston, 1978, Dunn & Dunn, 1979; Marshall, 1991; Mosston and Ashworth,1990), facilitating pupils’ learning. It is therefore important that teachers are aware of the diversity of their pupils’ learning styles (Mainwaring-Betts & Bryer, 2004), in order to adapt teaching strategies andfinally enhance learning. The main aim of this study was to raise awareness, of a group of primary teachers, about the diversity of their pupils’ learning preferences. An in-service teacher training program was developed during 6 months, under a constructivistand reflexive paradigm. The research was developed duringthe school year 2008/2009 with the collaboration ofthree primary teachers. The program was focused on the supervision approach of theirteaching practices. On the end, it was also tried to identify some possiblechanges on their teaching practices. The in-service teacher-training program promoted collaborative work among participants, supported by theoretical frameworks from areas of Supervision, Continuing Education and Learning Styles. It was also aimed at designing andimplementing innovative teaching and learning strategies, taking into account pupils’ learning preferences . The classes involved a total of 57 pupils, aged between 7-9 years. Each teacher has developed and implemented three teaching and learning strategies. The research methodology combined action-research and case study, using qualitative and quantitative data-gathering methods. The quantitative facet of the research wasbased on two inventories: the Portuguese version of the Learning Style Inventory(Kolb, 1999) and the Portuguese translation and adaptation of the Elementary LearningStyle Assessment (Dunn, Rundle & Burke, 2007). The first was used in order toidentify and characterize teachers’ learning styles, while the second aimed atidentifying and characterizingpupils’ learning preferences. The qualitative component of the research included participant observation (during teacher-training program sessions) and non-participant observation (classroom observation), semi-structured teachers’ interviews, before and after the training program, written teachers’ reflectionsafter each session and the use of a pupil’s questionnaire after the implementation of anew strategy. According to Gray (2007:373), action research involves "analyzing the world, but alsotry to change it." It was possible to register teachers’ enthusiasm in the teaching and learning process and their involvement in the design and the implementation of specificstrategies. Teachers’ personal and professional development contributed to a change intheir teaching practices, contributing to a better teaching. Mestrado em Supervisão
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Almeida, Patrícia Glória Soares de Albergaria de; Pedrosa, Helena
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia