Document details

Cultura e a sociedade da informação e conhecimento : desafios organizacionais n...

Author(s): Silva, Sara de Lurdes Fonseca da Rocha e Silva Figueira da cv logo 1

Date: 2005

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/1520

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Gestão da informação; Sociedade da informação; Património cultural


Description
O trabalho centra-se no domínio da cultura e na necessidade de inovação das suas instituições patrimoniais face à chegada da Sociedade de Informação e Conhecimento. A confusão de uso entre os termos cultura e civilização pode ser evidenciada em diversos idiomas, tanto românicos como germânicos. Dado que ambos os termos continham originariamente a ideia de aperfeiçoamento, sentido aliás que permanece até hoje inscrito nos seus usos popular e intelectual, são frequentemente definidos um em relação ao outro, i.e., cultura como estádio ou estado particular de avanço em direcção à civilização, e civilização como estado ou estádio social da cultura. Tal tipo de definição encontra-se disseminada na literatura das ciências sociais, e constantemente os cientistas sociais lançam mão das locuções “cultura ou civilização” e “civilização ou cultura”, constituindo, esta mistura de conceitos, a realidade Pré-Iluminística. Uma vez dissecado o sentido do termo cultura, e considerando o contexto de turbulência tecnológica que se vive, o trabalho teve como objectivo principal identificar e compreender os desafios de natureza organizacional que se colocam ao sector patrimonial da cultura com a (inevitável) entrada dos seus principais actores para a Sociedade do Conhecimento. Efectivamente, a interferência das novas tecnologias e dos hábitos implícitos à Sociedade de Informação e Conhecimento, conduz a uma necessidade das organizações de memória inovarem, reinventando-se a si próprias e descobrindo formas de destrancar o valor dos recursos culturais em seu poder, sejam estes de origem analógica ou digital. A inovação tecnológica desempenha, assim, um importante papel na forma como as instituições culturais pretendem valorizar as suas colecções, por um lado, e, por outro, no modo como estas instituições se relacionam com as demais organizações com quem trabalham no cumprimento da sua missão central, nomeadamente, a tradução, a difusão e a preservação da cultura. ABSTRACT: This work is centred in the domain of culture and the need of innovation of its heritage institutions in face of the arrival of the Information and Knowledge Society. The confusion between the terms culture and civilization may be revealed in several languages, both Romance and Germanic. Since both terms contained originally the idea of improvement, meaning which in fact remains, even today, registered in its popular and intellectual usages, they are frequently defined one in relation to the other, i.e., culture as a stadium or specific state of progress towards civilization, and civilization as a state or stadium of culture. Such a type of definition we find disseminated in social science literature, and social scientists are constantly making hold of the elocutions “culture or civilization” and “civilization or culture”, constituting, this mixture of concepts, the Preilluminist reality. Once dissected the meaning of the term culture, and considered the context of technological turbulence we are living, the work had as a main goal, the identification and understanding of the organizational challenges put to the cultural heritage sector with the (inevitable) entrance of their main actors into the Knowledge Society. In fact, the interference of the new technologies and the habits implicit to the Knowledge and Information Society, lead to the need for memory institutions to innovate, reinventing themselves and discovering ways to unlock the value of cultural resources in their care, be they analogical or digital in origin. Technological innovation carries out, therefore, an important role in the way cultural institutions intend to value their collections, on one hand, and in the way these institutions relate to the remaining organizations with whom they work in the fulfilment of their main mission – the translation, diffusion and preservation of culture. Mestrado em Gestão
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Gouveia, Joaquim José Borges
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents