Document details

Entre o real e o virtual : as cidades digitais como estratégia de actuação da s...

Author(s): Conceição, Cristina Alexandra Lopes Ferreira da cv logo 1

Date: 2006

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/1522

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Gestão da informação; Cidades; Tecnologias da informação; Administração local


Description
Há alguns milhares de anos, a humanidade passou por uma revolução até então, sem precedentes: a escrita. A própria história estabeleceu a escrita como um marco entre eras: o que vinha antes dela era a pré-história. Hoje, somos testemunhas de um novo marco: o computador. De facto, as novas tecnologias da informação e da comunicação já fazem parte da vida dos cidadãos, do funcionamento das instituições e de qualquer Estado. Esta é uma sociedade dependente da informação, que se assume como matéria-prima essencial para os processos produtivos, tal como a energia no modelo da sociedade industrial. Ao modelo de Estado que daí emerge, alguns preferem chamar Estado Digital, dominado pela informação e pelas novas tecnologias. Uma das poucas certezas no meio das profundas transformações económicosociais em curso é que, nesse Estado Digital, as cidades digitais e as autarquias, como forma de agrupamento cultural, social, político e económico de agentes regionais, inter-regionais, nacionais e até internacionais, só continuarão a desempenhar um papel central desde que consigam também elas digitalizar-se rapidamente. É neste contexto que o presente trabalho se propõe estudar o fenómeno das cidades digitais e das autarquias digitais na era da Sociedade da Informação e do Relacionamento. Os objectivos principais são: analisar os vários conceitos inerentes ao contexto e debater o surgimento e evolução das cidades digitais, apresentando tipologias e modelos de desenvolvimento; estudar algumas cidades digitais e abordar o e-Government e as autarquias digitais, enquanto fenómenos relacionados com as cidades digitais e proceder a um estudo de caso no Departamento de Habitação e Urbanismo da Câmara Municipal de Viseu, com o que se pretende dar um contributo para a criação de uma câmara digital. Para os atingir, o trabalho estrutura-se em seis capítulos. O primeiro aborda definições, críticas, enquadramentos das cidades digitais e o tema do web urbanismo. O segundo estuda as diversas tipologias utilizadas para classificar as cidades digitais e apresenta uma análise e tentativa de classificação de algumas experiências mundiais. No terceiro, apresentam-se modelos de desenvolvimento de cidades digitais. No quarto capítulo, analisa-se o fenómeno do e-Government e da autarquia digital. Aborda-se também o tema da necessidade de reorganização e modernização da Administração Pública. No quinto capítulo, apresenta-se o estudo de caso desenvolvido na Câmara Municipal de Viseu, mais concretamente no Departamento de Habitação e Urbanismo, em que se analisam processos e procedimentos e se elabora um modelo de dados, com vista a contribuir para um potencial sistema de informação para esse mesmo departamento. No sexto capítulo, conclui-se esta investigação, realçando as ilações mais importantes, apresentando também as limitações do trabalho e algumas propostas de investigação. ABSTRACT: Millions of years ago humanity underwent a revolution without precedent, “writing”. History actually considered writing as a turning point between eras: what came before was pre-historian. Today we are confronted with a new turning point “the computer”, in fact, new communication and information technologies are already a part of our lives either at home, at work, in our country. Society today is information dependent, it’s as essential for productive processes as energy is to the industrial society. The digital state, like some refer to it, emerges dominated by information and by new technologies. In the midst of profound economic and social transformations, one thing is for certain, the digital state, digital cities and municipalities as part of a cultural, social, political and economical group will only continue to play a central role if they too go digital. This thesis studies therefore, the phenomenon of digital cities and municipalities in the information society. The main objectives are: analysis of various concepts relating to the context; study the emerging and evolution of digital cities focusing on different typologies and models of development; study a few digital cities and analyze Egovernment and digital municipalities presenting a case study carried out at the Urban and Habitation Department of the Municipality of Viseu, this way contributing to a digital municipality. To achieve these objectives, the thesis is made up of six chapters. Chapter one focuses on definitions, critics, the digital city framing and web urbanism. Chapter two attempts to study the diverse typologies used to classify digital cities, analysis and classification of a few worldwide experiences. Chapter three presents different digital city models of development whilst chapter four focuses on the analysis of the E-government phenomenon and digital municipality. Focuses on the reorganisation and modernisation of Public Administration. Chapter five presents a case study of the Viseu Municipality (Urban and Habitation Department) Analysis of processes and procedures. Elaborate a data pattern contributing to a potential information system for this department. Chapter six: completion of this study focusing on important conclusions presenting the thesis limitations and proposing certain aspects for further investigation.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Santana, Silvina Maria Vagos; Pinto, Joaquim Manuel Henriques de Sousa
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia