Document details

Ciência em poetas do século XX : implicações na comunicação da ciência

Author(s): Pinheiro, Maria Cristina Gusmão cv logo 1

Date: 2007

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/3330

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Cultura científica; Poesia portuguesa Séc. 20


Description
Este estudo desenvolve-se à volta da confluência de duas linguagens – a da ciência e a da poesia – socorrendo-se de exemplos da poesia portuguesa do século XX. Exploram-se intersecções e articulações entre estas duas disciplinas, na convicção de que se contribua para criar redes fortes de produção, criação e enriquecimento cultural, designadamente no tocante à comunicação da ciência e à promoção da chamada cultura científica. Afinal, a arte e a ciência sempre marcaram presença na cultura humana. Faz-se notar que é, também, a integração dos dois saberes que se procura e não somente a utilização da poesia como instrumento complementar para a comunicação da ciência. Temos, assim, para além de uma perspectiva utilitária, uma perspectiva transversal (multidisciplinar) e integradora de saberes. Foi neste pressuposto que foram exploradas pontes entre a poesia e a ciência para a criação de binómios ciência-poesia, duas formas do engenho humano e duas expressões da cultura. Foram, então, desenhadas e concretizadas várias actividades com este propósito, baseadas nos seguintes poemas: Doze signos do céu o Sol percorre, de Fernando Pessoa, Física de José Saramago, O burro puxa o carro de Adíla Lopes, Catedral de Burgos, Pastoral e Pedra filosofal de António Gedeão e ADN de Vitorino Nemésio. Foram, ainda, apresentadas quatro actividades como sugestão de implementação e que se baseiam nos poemas Lágrima de Preta, Poema para Galileu e Mãezinha de António Gedeão e no livro O Ilimitável Oceano de Eugénio Lisboa. Pela natureza do tema, fomos levados a optar por um plano de pesquisa descritiva, com alguns aspectos quantitativos. Envolveu-se, principalmente: a observação do comportamento dos participantes durante a realização das actividades e a análise das opiniões expressas em questionários e comentários registados. O estudo desenvolveu-se no Exploratório Infante D. Henrique – Centro Ciência Viva de Coimbra, no cubo Sol3 no parque Verde do Mondego (dinamizado pelo Exploratório) e no Museu de Física da Universidade de Coimbra. ABSTRACT: This study is developed around the convergence of two languages – the language of science and the language of poetry – by making use of examples taken from the Portuguese poetry of the XX century. Interactions are explored between these two disciplines, thus hoping to contribute to the establishment of stronger networks of cultural creation and enrichment, namely in what relates to science communication and the so-called scientific culture. After all, art and science have always been present in human culture. It is noted that what it is sought is an integration of the two fields as well as the exploration of poetry as a complementary tool for science communication. Thus, we have both a transversal (multidisciplinary) perspective, integrating disciplines, and a utilitarian perspective. It was on this basis that several bridges between poetry and science were explored, aiming at the establishment of science-poetry binomials, involving two forms of human ingenuity and two expressions of culture. Several activities were, thus, conceived and materialized, based on the following poems: Doze signos do céu o Sol percorre, by Fernando Pessoa, Física by José Saramago, O burro puxa o carro by Adíla Lopes, Catedral de Burgos, Pastoral e Pedra filosofal by António Gedeão and ADN by Vitorino Nemésio. Four additional activities are also presented for future implementation and based on the poems Lágrima de Preta, Poema para Galileu and Mãezinha by António Gedeão and on the book O Ilimitável Oceano by Eugénio Lisboa. Because of the nature of the theme of this work, the investigation was mainly descriptive, with some quantitative features. The following were mainly involved: observation of the behaviour of participants during the activities, and the analysis of the answers given in questionnaires as well as recorded comments by participants. The study was carried out at Exploratório, the Ciência Viva Centre in Coimbra, including the glass cube “Sun to the cube” at the “Parque Verde do Mondego”, and at the Physics Museum of the University of Coimbra. Mestrado em Comunicação e Educação em Ciência
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Gil, Víctor Manuel Simões; Ferreira, António Manuel dos Santos
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents