Document details

Erosão, deposição e transporte sedimentar na Ria de Aveiro

Author(s): Oliveira, Eliana Maria Araújo cv logo 1

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/3938

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Engenharia civil; Morfologia - Ria de Aveiro (Portugal); Hidrodinâmica - Ria de Aveiro (Portugal); Sedimentação; Transporte de sedimentos; Erosão costeira - Barra de Aveiro (Portugal)


Description
A Laguna de Aveiro define-se, hoje, como sendo bastante alongada e ramificada, com um comprimento de cerca de 45 km segundo o seu eixo longitudinal e com 10 km de extensão na zona mais larga. Uma barreira extensa de areia separa o mar da Laguna. Esta barreira é de largura variável, dependendo de fenómenos como a erosão, disponibilidade e deposição de sedimentos (Araújo, 2005). De forma a efectuar a caracterização hidrodinâmica e de transporte sedimentar de diversos locais da Ria de Aveiro, escolheram-se 30 estações de estudo divididas em duas classes, consoante o tipo de sedimentos predominantes nas respectivas secções. Os sedimentos podem ser coesivos (silto-argilosos) ou não-coesivos (areias). No capítulo 2, descrevem-se as formulações adoptadas para estimar os mecanismos de deposição e de erosão de sedimentos coesivos, e o transporte total sólido, resultante da soma do caudal sólido por arrastamento e do caudal sólido em suspensão. No terceiro capítulo, explica-se de forma sucinta o modelo numérico ELCIRC, através do qual se obtêm parâmetros da Ria de Aveiro directamente utilizados nos cálculos e caracterizam-se as estações escolhidas para análise, em termos de litologia, alturas e velocidades de escoamento, sentido do escoamento e marés relevantes na investigação. As propriedades dos sedimentos e do escoamento nos vários pontos de estudo são referidas no capítulo 4. Os resultados obtidos são descritos no capítulo 5, através da análise de gráficos representativos das taxas de deposição, erosão e caudal sólido total, obtidos nas marés mais relevantes; da interpretação das tabelas resumo, onde se encontram os totais das taxas para as 720 horas (mês) de investigação para cada estação; e da comparação dos resultados com os aferidos de trabalhos da JAPA, em 1989. Para além do capítulo 5 de análise de resultados, apresenta-se também um sexto capítulo onde se representam os mesmos tópicos de análise, mas para uma situação diferente de cálculo. Usam-se nestas estimativas novos valores do modelo ELCIRC obtidos para a situação fictícia de alagamento da zona das marinhas. Os muros são derrubados e o volume de água que aflui a esta zona é superior, sendo a velocidade máxima do escoamento também superior. Para finalizar, no capítulo 7 expõem-se as conclusões e os desenvolvimentos que podem ser feitos no futuro, no seguimento deste trabalho de pesquisa. Conclui-se que na generalidade das estações com sedimentos coesivos há tendência para o assoreamento e que o caudal sólido total transportado nas estações com areias varia preferencialmente dos 1 a 270 m3 por metro de secção, num mês. O alagamento das marinhas aumenta o volume de sedimentos em transporte. Aveiro’s lagoon is, nowadays, a very long and ramified area, with about 45 km of length and 10km of width in its larger zone. A very long sand barrier separates the sea from the lagoon. This barrier has variable width, depending on certain phenomena such as erosion, availability and deposition of sediments (Araújo, 2005). In order to perform the hydrodynamic and sediment transport characterization of several places of the Ria de Aveiro, 30 study points divided in two classes were chosen, according to the type of predominant sediments of those sections. The sediments can be cohesive (silty-clay) or non-cohesive (sand). In chapter 2, it is described the adopted formulations to estimate the deposition and erosion mechanisms of cohesive sediments, and the global solid transport, result of the solid flow due to dragging and the solid flow due to suspension. In the third chapter, it is explained succinctly the numeric model ELCIRC, through which the parameters of Ria de Aveiro, used directly in the calculations, are obtained, and the points chosen for analysis are characterized, in terms of lithology, flow velocities and highs, flow direction and tides that are relevant for the study. Sediments’ properties and flow’s properties at the several study points are presented in chapter 4. The results from the studies are described in chapter 5, through the analysis of charts, that represent the deposition rate, erosion and global solid flow, obtained from the most relevant tides; through the interpretation of summary tables, that gather all the rates for the 720 hours (month) of study, for each section; and through the comparison between this results and the ones obtained by JAPA, in 1989. There is also a sixth chapter where the same analysis topics are applied to a different situation. Here, new values from the ELCIRC model are used, obtained for a theoretical situation of marines’salt flooding. The marines’ walls are knocked down and the water volume that reaches those areas is bigger, as is its maximum flow velocity. Finally, chapter 7 presents the conclusions of this study and future developments that may follow. It was concluded that, in the majority of the stations with cohesive sediments, there’s a tendency to occur siltation; and that the global solid flow, transported in the stations with sand, is within a range of 1 to 270 m3 per meter of section, per month. The marine’s salt flooding increases the volume of sediment transport. Mestrado em Engenharia Civil
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Coelho, Carlos Daniel Borges; Lopes, Margarida João Fernandes de Pinho
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents