Document details

Rastreio de perturbações de comunicação num agrupamento de escolas

Author(s): Costa, Raquel dos Santos cv logo 1

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/4211

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Perturbações da comunicação; Perturbações da linguagem; Perturbaçoes da fala; Crianças pequenas


Description
As perturbações da comunicação podem estar na origem de várias dificuldades, nomeadamente de aprendizagem escolar, interacção social, comportamento. Em Portugal, não existem estudos de prevalência que reportem o número de crianças com perturbações da comunicação, não se sabendo se os recursos existentes estão bem distribuídos. Este trabalho consiste na avaliação da linguagem e da fala das crianças em idade pré-escolar a frequentar o Agrupamento de Escolas de Águeda. Tem como objectivo determinar o número de crianças com perturbação da linguagem e/ou da fala neste agrupamento. A linguagem foi avaliada formalmente através do Teste de Avaliação da Linguagem na Criança (crianças dos 36 aos 47 meses) e do Teste de Identificação de Competências Linguísticas (crianças dos 48 aos 72 meses). A fala, especificamente a articulação, foi avaliada através do Teste Fonético- Fonológico – Avaliação da Linguagem Pré-Escolar. Os encarregados de educação foram ainda convidados a preencher um questionário, com o objectivo de caracterizar a origem das perturbações. Foram avaliadas um total de 130 crianças, das quais 102 (78,46%) apresentaram resultados abaixo do ponto de corte estabelecido em pelo menos um dos testes. Os resultados indicam uma percentagem mais elevada de crianças com uma perturbação da linguagem e/ou da fala do que a que está documentada na literatura, que varia entre os 1,06% e os 22,30%. Esta discrepância poderá ser devida, no entanto, ao número reduzido da amostra utilizada neste estudo. Communication disorders can be the cause of many difficulties, including bad results at school, difficulties in social interaction and behaviour problems. In Portugal, there are no speech and/or language disorders prevalence reports. This knowledge is important to adequate the resources in this area. This paper focuses on the language and speech assessment of preschoolar children attending the Agrupamento de Escolas de Águeda. This paper aims to assess the percentage of children with a language and/or speech disorder. The language was assessed using the Teste de Avaliação da Linguagem na Criança (aged between 36 and 47 months) and the Teste de Identificação de Competências Linguísticas (aged between 48 and 72 months). Articulation was assessed using Teste Fonético-Fonológico – Avaliação da Linguagem Pré- Escolar. Parents were also asked to complete a questionnaire to help to characterize the disorders. There were 130 children assessed, 102 (78,46%) revealed results below the cutoff point determined at least at one of the assessment tests used. The percentage of children with a language and/or speech sound disorder found in this study is higher than that reported in literature, which varies between 1,06% and 22,30%. This difference could be related with the number of children assessed in this work, which is very short. Mestrado em Ciências da Fala e da Audição
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Silva, Anabela
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo