Document details

Utilização de indicadores integrativos em sistemas estuarinos

Author(s): Lopes, Marta Filipa Lobão cv logo 1

Date: 2008

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10773/794

Origin: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Subject(s): Biologia marinha; Ecossistemas estuarinos; Equilíbrio ecológico


Description
O desenvolvimento de centros urbanos na zona costeira constitui a principal causa dos problemas e pressões a que estão sujeitos os ecossistemas de transição, nomeadamente os estuários. A premente necessidade de uma gestão sustentável destes ecossistemas, por forma a minimizar impactos negativos, e a dar resposta a problemas ambientais, passa pelo desenvolvimento de metodologias de avaliação da qualidade desses ecossistemas. O presente trabalho enquadra-se neste objectivo e nele se analisa a capacidade da utilização conjunta de vários indicadores de qualidade. Estes abordam problemas distintos que geram impactos de diferente natureza e severidade, sendo-lhes atribuídos “pesos” de modo a reflectirem a sua importância relativa no ecossistema. De forma a representar as relações existentes entre o ambiente e as actividades humanas, os indicadores são estruturados seguindo a abordagem DPSIR – Driving forces, Pressures, State, Impacts, Responses. No caso particular da Ria de Aveiro, os vários indicadores de qualidade ambiental são agrupados em três Indicadores Integrativos Ambientais: Alteração morfológica da linha costeira, Intensidade de utilização dos recursos e Qualidade ambiental. A Ria foi dividida em sectores tendo por base a sua estrutura, o desenvolvimento, sobretudo industrial e portuário e as características inerentes aos diferentes canais conhecidas a priori. A cada um dos sectores foram aplicados os vários indicadores de qualidade ambiental, permitindo a sua classificação ao nível da qualidade e grau de perturbação. Os resultados obtidos mostram que ao nível da Alteração morfológica da linha costeira o sector geográfico mais afectado abrange a zona portuária, classificando-a com um nível de impacto ambiental Muito Alto. Esta classificação está de acordo com a feita pelo Instituto da Água (INAG) relativa à aplicação da Directiva Quadro da Água, que classifica a zona portuária como uma Massa de Água Fortemente Modificada. O Indicador Integrativo Ambiental relacionado com a Intensidade de utilização dos recursos classifica os vários sectores geográficos com uma intensidade de utilização dos recursos Muito Baixa e Baixa. Finalmente, o Indicador Integrativo Ambiental relativo à Qualidade ambiental aponta como sector mais afectado o que engloba a Pateira de Fermentelos e o Rio Vouga, classificando-o com um nível de qualidade ambiental Baixo. De uma forma geral a aplicação destes indicadores revelou-se adequada, exceptuando o indicador relativo à intensidade de utilização dos recursos que, aparentemente, subestima a verdadeira intensidade das pressões antrópicas exercidas sobre a Ria de Aveiro. A ausência ou dificuldade na obtenção dos dados necessários para aplicar estes indicadores constituíram o principal problema na realização deste trabalho. ABSTRACT: The development of city centres in the coastal area is the main cause for the problems and pressures the transition ecosystems, namely the estuaries, are subject to. The immediate need for a sustainable management of the named ecosystems, so as to minimise the negative impacts and meet environmental problems, implies the development of evaluation methodologies on the quality of the same ecosystems. The present work fits into this objective and analyses the capacity of the simultaneous utilisation of several quality indicators. The latter approaches different issues that cause impacts of diversified nature and severity and to which “weights” are attributed so as to show their relative importance in the ecosystem. In order to represent the relations existing between the environment and the human activities, the indicators are structured according to the DPSIR – Driving forces, Pressures, State, Impacts, Responses approach. In the particular case of the Ria de Aveiro, the several indicators of environmental quality are grouped into three Environmental Integrative Indicators: Morphological change of the coastal line, Intensity of use of the resources and Environmental quality. The Ria was divided into different sectors, based upon its structure, development, especially industrial and port development, and the characteristics known a priori that are inherent to the different channels. Each of these sectors has been applied with the different indicators of environmental quality, which has allowed for their classification in terms of quality and degree of perturbation. The results that have been obtained show that, in terms of the Morphological change of the coastal line, the geographical sector that has been most affected covers the port area, classified with a Very high level of environmental impact. This classification is in accordance with the one presented by the Water Institute (INAG) concerning the application of the Water Framework Directive, which classifies the port area as a Heavily Modified Water Body. The Environmental Integrative Indicator referring to the Intensity of use of resources classifies the different geographical sectors with a Very low and Low intensity of use of the resources. Finally, the Environmental Integrative Indicator referring to the Environmental quality, points out that the sector that encloses the Pateira de Fermentelos and the Rio Vouga is the most affected one and classifies it with a Low environmental quality. Generally speaking, the application of these indicators has proved to be adequate, exception being made to the indicator concerning the change in the Intensity of the resources which, apparently, underestimates the real intensity of the anthropic pressures that are exercised on the Ria de Aveiro. The absence or the difficulty in obtaining the necessary data with a view to apply these indicators was the main problem in accomplishing this work. Mestrado em Biologia Marinha
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Rodrigues, Ana Maria de Jesus
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo