Detalhes do Documento

A constituição dos discursos do samba e do fado nas décadas de 1930 e 1940

Autor(es): Ferreira, Roberta Gomes cv logo 1

Data: 2010

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10362/4826

Origem: Repositório Institucional da UNL

Assunto(s): Discurso; Música; Samba; Fado


Descrição
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência da Linguagem.A justificativa que orienta este trabalho é a de que a área da Ciência da Linguagem, Lingüística do Texto e do Discurso – mais especificamente a Análise do Discurso – pode trazer contributos relevantes para os estudos sobre a música como prática discursiva. O objetivo principal deste trabalho foi analisar os discursos das músicas e fazer uma comparação entre as discursividades samba e fado, no intuito de melhor analisar que “ideologias” (Pêcheux, 1975) constituem os “discursos” (Idem) das expressões musicais significativas do Brasil e de Portugal dentro da metodologia proposta de Análise do Discurso de Linha Francesa (AD). O trabalho buscou analisar o que há em comum nos dois gêneros e o que os difere como linguagem, sentido, ideologias, ou seja, que elementos linguísticos e discursivos apontam para que o fado seja fado e para que o samba seja samba. Estudando discursivamente as letras das músicas, investigamos como eram, em parte, as crenças, os valores, os desejos, as idéias, os anseios do homem urbano na década de 1930 e 1940 no Rio de Janeiro e em Lisboa. Nesse sentido, trabalhamos com a perspectiva das questões ideológicas como parte dos “acontecimentos dicursivos” de grupos sociais diferentes para alargar a discussão sobre as condições-socios históricas do surgimento do samba e do fado à luz da Análise do Discurso de Linha Francesa.
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Menéndez, Fernanda; Rodrigues, Marlon Leal
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo