Document details

A moda feminina no Estado Novo. A relação da moda e da política nos anos sessen...

Author(s): Garcia, Ana Margarida Pires Valadas Pulido cv logo 1

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/3311

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Moda; Anos 60/70; Mulher; Estado Novo; Portugal; Fashion; Years 60/70; Woman


Description
Tese de Mestrado em Design de Moda A base de estudo desta investigação é a mulher portuguesa nos anos 60/70, limitada às regras de um tempo e espaço isolados‖ do mundo, onde o simples e individual acto de se exprimir se tornava muito complexo e perigoso. Em Portugal viviam-se tempos difíceis. Enquanto o resto do mundo sentia os efeitos e a euforia do fim da Segunda Grande Guerra, Portugal permanecia, e ainda por longos anos, sob as regras de um já duradouro e obsoleto sistema (iniciado em 1926) intitulado de Estado Novo e liderado pelo seu fundador, António de Oliveira Salazar. As portuguesas, qualquer que fosse o seu/s estatuto/s – de mãe, mulher, dona de casa, empregada –, sentiram os efeitos e o peso do seu tempo, da história que lhes estava destinada. Até que ponto a mulher influenciou e foi influenciada pelo Estado Novo? De que maneira e com que dimensão fez parte deste movimento? Até onde lhe era permitido ir e quais as suas lutas, pensamentos e acções, a favor ou contra, a fronteira delimitada pela ditadura? Como cidadãs do nosso país, apesar das restrições impostas pelo governo, que formas usaram para se exprimir e se fazer ouvir e ver? A moda, o vestuário é uma das muitas formas que o ser humano tem para se exprimir. É, muitas vezes, usada como objecto, ou seja, usada directa ou indirectamente para transmitir uma ideia, uma acção, um desagrado. Sendo a mulher um ser altamente consumista e vaidoso, até que ponto se terá usado‖ do vestuário para atingir certos objectivos, nos anos 60 em Portugal, especificamente? Como poderá estar a moda relacionada com os acontecimentos políticos da época? E como ficou a posição da mulher portuguesa em relação ao resto do mundo? Se fora das nossas fronteiras se vivia uma explosão de acontecimentos e nós ficámos parados‖ no tempo, quando alcançámos o tal boom‖? E como foi? Pretende-se, com esta investigação, responder a todas estas dúvidas históricas tendo, sempre, o vestuário feminino como objecto central e crucial de estudo. O objectivo é, assim, conseguir uma relação entre a mulher portuguesa e o seu vestuário com a política de outrora (anos 60/70), e tentar provar a importância de tal ligação. The Portuguese woman of the 60s/70s is the subject of this study. Because they were limited to the rules of a time and space "isolated" of the world, where a simple and individual act of expression became very complex and dangerous. Portugal lived in difficult times. While the rest of the world felt the effects and the euphoria of the end of World War II Portugal remained, and still for many years, under the rules of a lasting and obsolete system (started in 1926) entitled Estado Novo and led by his founder, António de Oliveira Salazar. The Portuguese women, whatever was their status - mother, wife, homemaker, employed - felt the effects and the weight of their time, the story that/who was destined to them. Until which point women influenced and were influenced by the system? How and how much women were part of this movement? How far away was allowed to them go and what were their struggles, thoughts and actions in favor or against the boundary delimited by the dictatorship? As citizens of our country, despite the restrictions imposed by the government, what were the forms used to express and be heard and see? The clothing is one of many ways that human beings have to express themselves. It is often used as an object, or used directly or indirectly to convey an idea, an action, a dislike. Being the woman a highly consumerist and vain being, how she "used" the clothing to achieve certain objectives, in 60 years in Portugal, specifically? How fashion can be connected with the political events of that era? And how was the position of Portuguese women in the rest of the world? If an explosion of events was happening outside our borders and we were "stuck" in time, when we reached that boom? How was it? We intended, with this investigation, answer all these historical questions, and always with women's clothing as central and crucial subject of study. The aim is thus to achieve a relationship between the Portuguese woman and her clothing with the policy of the past (years 60/70), and try to prove the importance of such a link.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Carvalho, Gabriela
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia