Document details

Análise filogenética de acessos do gênero Heliconia L. (Heliconiaceae) utilizan...

Author(s): Lílian Pedrosa Marouelli

Date: 2009

Origin: OASIS br

Subject(s): Heliconia; Molecular markers; Filogenia molecular; Heliconia; Marcadores moleculares; BOTANICA; Molecular phylogeny


Description
The genus Heliconia L. is the sole member of the family Heliconiaceae with approximately 180 species of Neotropical origin. Heliconia has been variously associated with the Musaceae family, but is now placed in its own family in the order Zingiberales. The inverted flowers, the presence of a single staminoide, and the peachlike fruits are special features of Heliconia, wich are commonly used as ornamental plants, with growing acceptance as cut flowers. However, there is confusion and uncertainty about the number of species and the relationships between them, so molecular studies are needed to better understand the limits of the species and the speciation processes of these plants. The aim of this study was to analyze the genetic variability and phylogeny of the genus Heliconia based on RAPD markers and internal transcribed spacer sequences (ITS) of nuclear ribosomal RNA gene and the chloroplast regions (trnL, trnL-F, psbA-trnH, psbM-ycf6), thus contributing to the knowledge of the evolutionary history of the genus. With RAPD markers, 124 accessions were analyzed and 231 polymorphic markers were identfied from the phenetic and cladistic analysis (Maximum Parsimony, Bayesian Inference), which confirmed the monophyly of the genus Heliconia and resolved clusters corresponding to the analyzed species, cultivars, hybrids and their parentals. With chloroplast and nuclear sequences, 52 accessions were analyzed using three phylogenetic analysis techniques (Maximum Parsimony, Bayesian Inference and Maximum Likelihood), which also indicated the monophyly of the genus, in agreement with the RAPD data. Relationships with the outgroup was constant for the different types of tests performed. Chloroplast sequences permited identification of Heliconia hybrids and their parentals, and indicated a possible divergence in the origin of this organelle. Furthermore, internal branches were short, few groups with acceptable support and a high degree of polytomies in the consensus trees, which may indicate a rapid radiation and recent diversification of the genus. O gênero Heliconia L. é o único da família Heliconiaceae com aproximadamente 180 espécies de origem neotropical. O gênero foi por diversas vezes associado à família Musaceae, mas hoje forma uma família própria, na ordem Zingiberales. As flores invertidas, a presença de um único estaminóide e os frutos do tipo drupa são características póprias de Heliconia. São comumente utilizadas como plantas ornamentais, sendo crescente sua aceitação como flor de corte. Contudo, existem confusões e incertezas sobre o número de espécies e a relação entre elas, por isso estudos moleculares são necessários para um melhor entendimento dos limites das espécies e dos processos de especiação dessas plantas. O presente trabalho teve por objetivo analisar a variabilidade genética e a filogenia de acessos do gênero Heliconia com base em marcadores RAPD, e sequenciamento de regiões do cloroplasto (trnL, trnL-F, psbA-trnH, psbM-ycf6) e do núcleo (ITS), contribuindo desta forma para o conhecimento da história evolutiva do gênero. Com os marcadores RAPD, foram analisados 124 acessos e 231 marcadores polimórficos, a partir da análise fenética e cladística (Máxima Parcimônia, Inferência Bayesiana), que permitiram identificar o monofiletísmo do gênero Heliconia e agrupamentos correspondentes às espécies analisadas, bem como cultivares e híbridos correspondentes aos seus parentais. Com as sequências plastidiais e nucleares, foram analisados 52 acessos, a partir de três técnicas de análise filogenética (Máxima Parcimônia, Inferência Bayesiana e Máxima Verossimilhança), as quais indicaram o monofiletismo do gênero, concordando com os dados de RAPD. A relação com o grupo externo foi constante para os diferentes tipos de análises realizadas. As sequências plastidiais permitiram identificar os híbridos de Heliconia e seus parentais, e indicaram uma possível divergência na origem dessa organela. Além disso, foram encontrados ramos internos curtos, poucos agrupamentos com suportes aceitáveis e um alto grau de politomia nas árvores de consenso, o que pode indicar uma irradiação rápida e uma diversificação recente do gênero.
Document Type Other
Editor(s) Paulo Eduardo Aguiar Saraiva Camara; Glaucia Salles Cortopassi Buso; Peter Ward Inglis
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia