Document details

Movimento e consciência - bases para a compreensão da psicomotricidade: uma aná...

Author(s): Sueli Assis de Godoy Pagotti

Date: 1991

Origin: OASIS br

Subject(s): Psicomotricidade; PSICOLOGIA EDUCACIONAL


Description
Ao discutirmos a Psicomotricidade, logo surge a definição que exprime seu objeto de análise: "É a área do conhecimento que estuda os movimentos conscientes". Pelo fato de seus conceitos fundamentais, movimento e consciência, não possuírem a clareza e especificidade necessárias, resolvemos buscar compreensões através de um processo de análise teórica, dando ênfase ao seu caráter estruturante orientado ao processo construtivo. O movimento organiza-se em dois planos: um concernente ao seu curso de elaboração e outro referente à concretização do elaborado, isto é, à manifestação do representado. Este estudo centraliza-se no primeiro plano, aqui denominado por construção do movimento, que se configura pela consciência, vista como a conjugação dos elementos: intencionalidade, planejamento (antecipação, ou previsibilidade) e inclusive a execução. Enfocamos também o processo de automatização, visto que tais conceitos se encontram demasiadamente interligados. Assim,retomamos e definimos as estruturas básicas: movimento, ação, atividade e estado. Aprofundamos no estudo das atividades por estas possuírem um maior grau de complexidade, no que tange à elaboração. Estas foram classificadas segundo suas coordenações, em duas classes: uma relativa aos atributos, denominados de associativos e dissociativos, e outra referente as suas ocorrências temporais simultâneas e sucessivas. Também discutimos o dinamismo destas ações introduzindo os conceitos: quebra, continuidade, término, bem como aqueles que facilitam suas organizações - referencial - ou que as dificultam - contaminação. Analisamos, ainda, a consciência quanto a relativa imobilidade corpórea, elaborando um novo conceito: estado. Tanto as ações como os estados foram fios condutores para que procurássemos iniciar uma compreensão da consciência psicomotora. Por esta ser o fator de terminante para diferenciar um deslocamento de um movimento construtivo, criamos o conceito de "pensamento psicomotor". Ao lado das afirmações teóricas, segundo as quais a conscientização do movimento pode-se dar antes, durante ou após a sua execução, concluímos que o único momento a ser considerado como processo construtivo de uma manifestação psicomotora e o antecedente importante salientar que não existe uma conscientização construtiva, propriamente dita, durante e apos o movimentar. Esperamos que os pontos apresentados neste trabalho sejam criticados pelos estudiosos da área, para que juntos, busquemos sempre, uma compreensão deste campo do saber tão relevante que é a psicomotricidade
Document Type Other
Editor(s) Bernadete Angelina Gatti
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo