Document details

Aprendizagem individual e coletiva em organizações de pequeno porte: um estudo ...

Author(s): Elza Hirota

Date: 2011

Origin: OASIS br

Subject(s): ADMINISTRACAO; aprendizagem formal; aprendizagem informal; aprendizagem individual; aprendizagem coletiva; aprendizagem em equipes de vendas; aprendizagem experiencial; teoria da aprendizagem social; formal learning; informal learning; individual learning; collective learning; sales team learning; experiential learning; theory of social learning


Description
Esta pesquisa investigou a aprendizagem organizacional, a partir da seguinte questão orientadora: como se dá o processo de aprendizagem individual e coletivo em organizações de pequeno porte? O objetivo geral foi compreender o processo de aprendizagem em organizações de pequeno porte, considerando o nível individual, o nível coletivo e os mecanismos formais e informais. Para o alcance do objetivo geral, foram definidos dois objetivos específicos. Primeiro objetivo específico: identificação e descrição de como as proprietárias de duas lojas de rede varejista de acessórios femininos e suas funcionárias aprenderam a trabalhar nesse ramo, considerando tanto os processos formais, quanto os processos informais de aprendizagem. Segundo objetivo específico: análise e comparação dos processos de aprendizagem formais e/ou informais entre as proprietárias, entre as gerentes e entre os níveis funcionais das duas organizações, para avaliar se havia diferenças de aprendizagem considerando a localização das lojas (na rua e no shopping). As teorias e conceitos que embasaram a pesquisa foram: a aprendizagem experiencial, a teoria da aprendizagem social e também a aprendizagem formal e informal. A pesquisa, de caráter exploratório, adotou uma perspectiva qualitativa e desenvolveu-se segundo as premissas do estudo qualitativo básico ou genérico. Esta opção justifica-se pela ênfase em descobrir e interpretar os significados atribuídos a vida e experiências pelos próprios participantes. A estratégia fundamental de coleta de dados se deu por meio da realização de entrevistas, nos locais de trabalho. A análise gerou a criação de códigos analíticos organizados hierarquicamente, para facilitar a interpretação e extração de significados. Como principais resultados, a pesquisa revelou que as entrevistadas aprenderam por diferentes formas de aprendizagem informal: troca de experiências, aprendizagem autodirigida e interações externas no cotidiano de trabalho. Também foi possível afirmar que a aprendizagem se dá muito mais no nível individual do que no coletivo, fato este relacionado às próprias características dos ambientes organizacionais investigados que têm a gerência como papel essencial. É a gerência quem comanda, orienta, acompanha o dia a dia das funcionárias, serve de modelo a ser seguido e responde pelo faturamento da loja. Não se observaram diferenças significativas nas formas de aprendizagem entre as proprietárias, entre as gerentes e entre os outros níveis funcionais. Quanto à localização das lojas, houve consenso de que não existem diferenças de aprendizagem entre a loja da rua e a loja do shopping; observou-se, ainda, a ideia de que a aprendizagem para se trabalhar em vendas no varejo é comum para qualquer tipo de organização, diferindo apenas a relação com o produto comercializado. This research paper investigates organizational learning, from the following perspective: how do the individual and collective learning processes function in a small organization? The overall objective is to understand the learning process in small organizations on the individual and collective levels and the formal and informal mechanisms involved. To attain this overall objective, two specific objectives were defined. The first specific objective is to identify and describe how the owners and employees of two stores in a womans apparel retail chain learned to work in this area, looking at both their formal and informal learning processes. The second specific objective is to analyze and compare the formal and informal learning processes of the owners, the managers and the employees at these stores and to evaluate if there is a difference in the pattern of learning due to a difference in the locations of the stores (one being located on the street and one being located in a shopping center). The theories and concepts which form the foundation of this research are: experiential learning, the theory of social learning as well as formal and informal learning. This paper, which is of an exploratory nature, has adopted a qualitative perspective and has been developed based on the premises of a basic or generic qualitative study. This choice is justified based on the emphasis placed on discovering and interpreting the lessons learned by the participants themselves in terms of their lives and their experiences. The main strategy for data collection was the conduction of interviews at the workplace. An analysis of these interviews led to the creation of hierarchically organized analytic codes to facilitate the interpretation and extraction of significant data. One of the main results of this research is that the interviewees learned through different forms of informal learning: exchanging experiences, self-taught learning, and external interactions in the workplace. We also can affirm that learning occurs much more on the individual level than at the collective level, a fact which is related to the characteristics of the organizational environments investigated,which place management in the central role. The managers are those who command, train and follow the day to day work of the employees, and they serve as models to be emulated and are responsible for the stores earnings. No significant differences were observed in the forms of learning used by the owners, the managers and the employees. As far as the location of the stores is concerned, there was a general consensus that there is no difference between the forms of learning utilized in a store located on the street as opposed to one located within a shopping center, and that the learning process is essentially the same for any type of retail sales organization, differing only in terms of the product that is being sold.
Document Type Other
Editor(s) Arilda Schmidt Godoy; Diógenes de Souza Bido; Eduardo de Camargo Oliva
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia