Document details

O uso da acupuntura no tratamento de idosas com incontinência urinária

Author(s): Daniele Galdino Gottlieb

Date: 2008

Origin: OASIS br

Subject(s): GERONTOLOGIA; INCONTINÊNCIA URINÁRIA; GERONTOLOGIA BIOMÉDICA; GERIATRIA; ENVELHECIMENTO; QUALIDADE DE VIDA; MEDICINA; IDOSOS; ACUPUNTURA


Description
Verificar a utilização da acupuntura no tratamento da incontinência urinária em mulheres idosas socialmente ativas. Verificar a eficiência da acupuntura e a melhora da qualidade de vida em mulheres idosas com incontinência urinária que passarem pelo tratamento com acupuntura. Métodos Estudo longitudinal e intervensionista, envolvendo 24 mulheres de idade igual ou superior a 60 anos freqüentadoras da Casa do Idoso e de Unidades Básicas de Saúde de Gravataí, RS. Do total de participantes, 13 estavam no grupo caso e 11 no grupo controle. Como instrumento de avaliaçãoutilizou-se o Kings Helth Questionnaire (KHQ) traduzido e validado, inicialmente e ao término de 12 semanas de tratamento. O grupo controle realizou 12 sessões com acupuntura, utilizando-se os pontos sugeridos pela Organização Mundial de Saúde, com agulhas de acupuntura descartáveis sendo introduzidas com mandril à profundidade de 1,5 mm durante 25 minutos e sendo estimuladas por movimentos de rotação duas vezes a cada sessão. As variáveis medidas através do questionário de qualidade de vida foram analisadas utilizando-se o procedimento de comparação de médias ANOVA two-way. Considerou-se um nível de significância de 5%. Resultados A média de idade das participantes do estudo foi de 67,08 anos e 6,10 de desvio padrão. O grupo da acupuntura apresentou uma melhora no escore total de qualidade de vida e incontinência urinária em relação ao grupo controle (p<0,0001). Considerando o desdobramento no tempo de acompanhamento de 12 semanas, observa-se diferença entre os grupos (p<0,0003). Alguns quesitos como: Quanto você acha que seu problema de bexiga atrapalha você? (p=0,0001 no grupo acupuntura); Limitação do desempenho de tarefas (p=0,0084 nas médias dos grupos); Limitação física e social (p=0,0004 nas médias e p<0,0001 no grupo acupuntura); Quanto eles afetam você? (p=0,0008 nas médias dos grupos) e, uso de protetor higiênico (p=0,0004 no grupo acupuntura), tiveram resultados suficientemente satisfatórios, e graças a estes bons resultados, aliados aos demais quesitos que apresentaram-se apenas clinicamente positivos, porém não significativos estatisticamente é que as médias do escore total tiveram resultado positivo (p=0,0003). Conclusões O estudo demonstrou que a acupuntura melhorou os sintomas de incontinência urinária no período de 12 semanas e, consequentemente, melhorou a qualidade de vida das mulheres idosas, sendo os resultados demonstrados positivamente pelos escores obtidos no KHQ
Document Type Other
Editor(s) Rodolfo Herberto Schneider
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo