Document details

Visitação nos parques nacionais brasileiros : um estudo à luz das experiências ...

Author(s): Zimmermann, Andrea

Date: 2006

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10482/3599

Origin: OASIS br

Subject(s): Desenvolvimento sustentável; Ecoturismo; Parques nacionais; Política ambiental


Description
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2006. A presente dissertação objetivou estudar a visitação nos parques nacionais brasileiros, à luz das experiências de parques nacionais da Argentina e do Equador, como subsídios para o aperfeiçoamento da política de conservação e de gestão da visitação no Brasil. Foi explorada a hipótese de que a visitação em parques nacionais é uma das estratégias que pode contribuir para que a conservação da natureza tenha um amplo sentido, não se restringindo apenas às áreas protegidas, mas também influenciando as pessoas, especialmente as urbanas, sensibilizando-as para a importância do meio ambiente e estimulando atitudes que auxiliem na sua conservação. A metodologia adotada teve duas estratégias principais: (1) realizar uma pesquisa de opinião com visitantes urbanos de parques nacionais e (2) estudar três parques nacionais no Brasil, três na Argentina e três no Equador. Os resultados da investigação com os visitantes confirmam a hipótese adotada e apontam três principais benefícios da visitação em parques nacionais: o aprendizado para a conservação do meio ambiente, a melhoria da qualidade de vida dos visitantes e o engrandecimento espiritual. Os aprendizados que se refletem na conservação da natureza foram manifestados em nível de reflexões e em nível de atitudes práticas adotadas no cotidiano, a partir da experiência recreativa em parques nacionais. O estudo da gestão dos parques nacionais nos três países mostrou que o Brasil ainda tem uma concepção restritiva no que tange à visitação a este tipo de área protegida. É preciso que sejam incorporadas estratégias de gestão deste bem público no sentido de: ampliar e democratizar o acesso dos cidadãos; de adotar práticas diversificadas de manejo; de trabalhar em parceria; e de estimular a visitação ordenada de forma comercial e não-comercial. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT This study seeks to examine the patterns of visitation in Brazilian national parks, in the context of similar experiences in Argentina and Ecuador, in order to identify traits that may aid in better conservation policies and in improved visitation management in Brazil. The hypothesis tested was that visitation to national parks may contribute to make nature conservation gain a wider meaning, affecting not only protected areas themselves but also making people – special those of urban origins – more sensitive to the importance of the natural environment and henhancing attitudes that favor its conservation. The methodology employed followed two strategies. First, a public opinion survey was conducted among urban visitors to Brazilian national parks. Second, field studies were made in nine national parks – three in Brazil, three in Argentina, three in Ecuador. Survey results confirmed the hypothesis and point towards three types of benefits generated by visitation to national parks – visitors learn to conserve the natural environment, their quality of life is improved and they experience spiritual strenghtening. These benefits were voiced in the form of reflections about the effects of visitation and were translated into behavioral changes reported by visitors in their everyday lives. Field studies showed that Brazil adopts a restrictive concept of visitation to national parks, as compared to Argentina and Ecuador. The study suggests that the adoption of new management strategies – such as partnerships, innovative practices and commercial and non-commercial forms of stimulating visitation - is required to make Brazilian national marks more widely accessible to its citizens.
Document Type Other
Editor(s) Drummond, José Augusto Leitão
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia