Document details

As oficinas da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro: arquitetura de um comple...

Author(s): Rita de Cássia Francisco

Date: 2007

Origin: OASIS br

Subject(s): Preservação; Preservation; Arquitetura; Indústria; Railroad; Workshops; Ferrovia; Oficinas; Industry; Architecture


Description
Esta dissertação de mestrado versa sobre as oficinas ferroviárias, adotando-se como caso de estudo as \"Officinas Companhia Mogyana\", da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro e Navegação, estabelecidas em Campinas, São Paulo, no início do século XX. A discussão proposta insere-se no campo de estudo do patrimônio industrial e visa contribuir para o reconhecimento, a análise e, em última instância, a preservação de remanescentes da arquitetura ferroviária paulista. O recorte temporal adotado, entre os anos de 1897 e 1908, corresponde ao período de concepção das idéias, do projeto e da execução das oficinas, com a implantação gradual de suas diversas edificações, conformando no pátio ferroviário central de Campinas um verdadeiro complexo industrial destinado ao funcionamento daquela ferrovia. Utilizando fontes documentais diversas, buscou-se investigar as diretrizes internacionalmente difundidas à época para a construção de oficinas ferroviárias, bem como a reinterpretação dessas para a realidade brasileira. Por meio do estudo das \"Officinas Companhia Mogyana\", foi possível averiguar a repercussão desses preceitos na determinação da planta industrial estabelecida pela companhia, especificamente em relação às decisões projetuais e de partido. Além disso, utilizando-se de documentos institucionais da Mogiana, mormente os relatórios da diretoria, e de visitas de campo, buscou-se analisar as diversas edificações componentes do conjunto usina geradora, seção de locomotivas, seção de carros e vagões, fundição e rotunda sob a perspectiva de sua funcionalidade e operacionalidade, como também da técnica construtiva empregada, dos arranjos formais e composições estilísticas e das transformações por que passaram ao longo de sua existência. As discussões promovidas intentam vislumbrar outras possibilidades de estudo das edificações ferroviárias, entendendo-as também como complexo produtivo e, conseqüentemente, espaço de trabalho. This dissertation is about railway workshops, based on a case study entitled \"Officinas Companhia Mogyana\" [Mogiana Railway Workshops] of the Mogiana Railway and Navigation Company, which was established in the city of Campinas, Brazil, in the early 20th century. This discussion is classified as a study in industrial heritage and is intended as a contribution toward the recognition, analysis and, most importantly, the preservation of what remains of the railway\ s architecture in the State of São Paulo, Brazil. The period of conception of the ideas, design and construction of the workshops, with the gradual implementation of its many different buildings, extended from 1897 to 1908, and created a veritable industrial complex at its central yards in Campinas, out of which the entire railway operated. Using several different documentary sources, the dissertation represents an investigation into guidelines that were internationally recognized during the period when the workshops were constructed, and also shows how these guidelines were adapted in terms of Brazilian reality. By studying the \"Officinas Companhia Mogyana\", it became possible to verify the repercussion of these standards in determining the industrial plant that the company built, specifically in relation to the decisions concerning the designs and concepts. In addition, based on institutional documents of the Mogiana Company itself, especially reports issued by the senior management, and field visits, the author seeks to analyze the various components of the complex such as the generator, the locomotive section, the freight and passenger cars section, the foundry and the roundhouse from the perspective of their functionality and operationality. The construction techniques used, the formal arrangements and stylistic compositions, and the changes implanted during its existence are also described. The resulting discussions bring up other possibilities for studying the railroad buildings, also seen as a production complex and, consequently, a workplace.
Document Type Other
Editor(s) Monica Junqueira de Camargo; Beatriz Mugayar Kuhl; Silvana Barbosa Rubino; Beatriz Mugayar Kuhl
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo