Document details

Diagnóstico dos recursos pesqueiros marinhos, Cynoscion jamaicensis, Macrodon a...

Author(s): Marcus Henrique Carneiro

Date: 2007

Origin: OASIS br

Subject(s): Pesca; Manejo pesqueiro; Mortalidade; Crescimento; Reprodução; ECOLOGIA


Description
As espécies ícticas Cynoscion jamaicensis (goete), Macrodon ancylodon (pescadafoguete) e Micropogonias furnieri (corvina), pertencentes à Família Sciaenidae, são recursos pesqueiros demersais tradicionalmente explotados pela pesca comercial nas regiões sudeste e sul do Brasil. Frente à importância pesqueira destas espécies, constatadas nas séries históricas de produção extrativa brasileira, foram selecionados no âmbito do Programa REVIZEE - Avaliação do Potencial Sustentável dos Recursos Vivos na Zona Econômica Exclusiva, para serem reavaliados em vários aspectos da biologia pesqueira na região costeira marinha sudeste do Brasil (23 a 28 40 S). Neste contexto coube ao Instituto de Pesca (IP) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, a análise de dados estatísticos de controle de produção extrativa, as amostragens biológicas e, respectivos, dados biométricos e a análise diagnóstica das espécies selecionadas no âmbito do Estado de São Paulo. Após uma Introdução Geral contextualizando os marcos referenciais utilizados, são apresentados três diagnósticos pesqueiros caracterizando os padrões de pesca e de ciclo de vida das espécies acima mencionadas previamente definidos pelo REVIZEE e no formato de artigos científicos. Para tanto, em se tratando dos ciclos de vida foram utilizados dados biológicos e biométricos obtidos entre os anos de 1993 a 2003 e para a produção extrativa marinha foram utilizadas séries temporais de pesca disponíveis e publicadas pelo IBAMA e IP. O IP forneceu ainda, por meio do Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados de Controle Estatístico da Produção Pesqueira Marítima ProPesq, informações sobre o esforço aplicado nas capturas desembarcadas no Estado de São Paulo, empregados para verificar o nível do rendimento das pescarias. Os diagnósticos visam caracterizar o estado de utilização dos estoques considerando: distribuição geográfica, evolução das capturas, estrutura em comprimento e relação comprimento-peso, crescimento, taxas de mortalidade e sobrevivência, e reprodução. Das três espécies, para a pescada-foguete (estoque sudeste) os dados não foram suficientes para evitar lacunas no conhecimento de sua biologia reprodutiva que é apresentada mais detalhadamente no quarto artigo. Após os quatro artigos são apresentadas as Considerações Finais com a síntese dos diagnósticos e recomendações à gestão das três espécies, concordantes com os resultados apresentados no documento Relatório Executivo do REVIZEE, através do qual o Brasil encerra com os compromissos assumidos com a comunidade internacional ao ratificar a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar. O goete é um dos principais recursos demersais explotados na região sudeste, sendo que nos últimos 20 anos atingiu o pico de 5.000 t em 1998, diminuindo para 2.800 t em 2005 (redução de 44%). A frota de parelha do Estado de São Paulo é responsável por cerca de 50% do total capturado na região sudeste/sul que mostrou tendência crescente nas capturas e nos rendimentos desde 1996. O comprimento médio de primeira reprodução é atingido para ambos os sexos com Lt50=193,1 mm (2,5 anos) e o comprimento máximo teórico de L∞=389,57 mm, correspondendo à longevidade de aproximadamente 14 anos. Os coeficientes de mortalidade (Z=1,24 ano-1; M=0,54 ano-1; F=0,70 ano-1) obtidos e a taxa de captura (E=0,56 ano-1) resultante caracterizam a situação de sobreexplotação do estoque. É necessária a redução do esforço pesqueiro sobre a espécie a fim de preservar este importante recurso natural e possibilitar a sustentabilidade de sua explotação e a estabilidade do equilíbrio populacional. Para a pescada-foguete, o conjunto de informações da tendência de diminuição da produção e produtividade observada, principalmente nos últimos 15 anos, do coeficiente de mortalidade total Z=0,97 ano-1 (M=0,41 ano-1; F=0,56 ano-1) e da taxa de explotação (E=0,57 ano-1) e à redução do comprimento médio de primeira reprodução (L50=284,5 mm) entre 5 e 10% do L∞=506,59 mm, entre 10 e 50 anos de explotação do recurso, caracteriza o estado de sobreexplotação para o estoque sudeste. Mesmo assim, devido à recuperação dos rendimentos observada no fim da década de 1990 com redução do esforço e da atual estabilidade dos rendimentos nos últimos cinco anos, pode-se inferir que a população sudeste da pescadafoguete vem respondendo positivamente à redução de esforço, técnica de manejo considerada indispensável à recuperação do estoque e reestabelecimento do equilíbrio populacional, ainda mais se associada à proteção da área no período de reprodução, ou seja, latitudes de 23S a 25S, profundidades de 18 a 28m e entre dezembro e abril. A corvina é o principal recurso pesqueiro demersal das regiões sudeste/sul sendo capturada por diversas frotas. O estoque sudeste foi intensamente explotado nas décadas de 1960-1970 e após redução do esforço mostrou indícios de recuperação. Entretanto, nos últimos 10 anos sofreu novo excesso de captura com comprometimento dos rendimentos, muito em função do direcionamento de frotas que não tinham a corvina como recurso alvo de suas capturas. O valor médio de comprimento dos exemplares capturados e desembarcados em São Paulo está em torno de 290 mm, aproximadamente o mesmo comprimento médio de primeira reprodução de fêmeas (Lt50=292,24 mm), podendo atingir um L∞=961,58 mm e uma longevidade de aproximadamente 24 anos. O coeficiente de mortalidade total (Z=0,59 ano 1) e a taxa de explotação (E=0,63 ano-1) indicam o excesso de captura e a iminente necessidade de redução do esforço na expectativa da manutenção de capturas sustentáveis e estabilidade do equilíbrio populacional. The Sciaenid fish species Cynoscion jamaicensis (Jamaica weakfish), Macrodon ancylodon (king-weakfish) and Micropogonias furnieri (whitemouth croaker) are marine fishing resources traditionally exploited off Southeastern and Southern regions of Brazil. Their importance was verified in the time series of the extractive fisheries production of Brazil. So, they were selected to have many of their fisheries biology aspects re-evaluated by REVIZEE Programme - Programme of Assessment of the Sustainable Potentiality of Living Resources in the Exclusive Economic Zone off Southeastern Coast of Brazil (23 to 28 40 S). In this context the Fisheries Institute of the Secretary of Agriculture and Supply (IP) performed biological and biometrical samplings, disposed statistical data of extractive production and the diagnosis results concerning to these species in the State of São Paulo. After a General Introduction which places the reference landmarks on the issue, three similarly structured diagnosis on each of the concerned species are presented. They were formatted as scientific articles which may slightly differ from each other in the fisheries description or in the methods used to describe life cycle previously defined by REVIZEE. Biological and biometrical data collected from 1993 to 2003 were used to characterize life cycle. The marine extractive production was described by using the available fisheries time series and those published by IBAMA and IP. Additional information on the fishing effort associated to the catches landed in the State of São Paulo was also provided by IP through the System of Data Bank Management for Statistical Control of the Marine Fisheries Production ProPesq. This information was useful to verify the level of fisheries performance. These articles aim at characterizing the stocks exploitation status considering: geographical distribution; catch evolution; length structure and length-weight relationship; growth; mortality and survival rates; and reproduction. Among the three species, king weakfish belonging to the Southeastern stock lacked information on reproductive biology which is detailed in the fourth chapter. After the four articles Final Considerations summarizes the diagnosis and presents management recommendations, in agreement with the results presented in the Executive Report of REVIZEE Programme, which is the official final document published by the Programme facing the commitments which Brazil assumed with the international community when ratified the United Nations Convention on the Law of the Sea. Jamaica weakfish is one of the main demersal resources exploited in the Southeastern region. In the last 20 years, its production reached a peak at 5,000 t in 1998, which decreased to 2,800 t in 2005 (reduction: 44 %). The State of São Paulo received a little more than half the total catch, mostly from pair trawlers. This fleet has shown yield trend since 1996, which accompanies the landed catch. Both sexes reach gonadal maturity at 193.1 mm total length within 2.5 years; they can live up to 14 years, with 389.57 mm maximum theoretical length; total mortality was estimated as Z=1.24 ano-1 (M=0.54 ano-1; F=0.70 ano-1), corresponding to a 0,56 exploitation rate, which indicates the stock is overexploited. These results point out that fishing effort on this species must not increase in order to keep catch on a sustainable level. The king weakfish production and yield presented decreasing trend, which was chiefly observed in the last 10 years. Its mortality rate increased, associated to the exploitation rate (E=0.58), higher than 0.5; the length at first maturity (L50=284.5 mm) shortened between 5% and 10% of the maximum theoretical length value (L∞=506.59 mm). All this pack of information is enough to characterize the Southeastern stock of king weakfish as overexploited. Even though, one can infer this stock responses positively to effort decrease based on the signs of possible yield recovery which were observed in the late decade of 1990. The decrease of fishing effort can be even more efficient for stock recovery if it is associated to the protection of the area from 23S and 25S, and between 18 m and 28 m deep and from december to april, which is the intensive reproduction period. Whitemouth croaker is the main demersal fishing resource at Southeastern and Southern regions. It occupies the second rank among the fish landed in the State of São Paulo and it is caught by boats using different kinds of fishing gears. The Southeastern stock was intensely exploited in the 1960 and 1970 decades but it showed signs of recovery after a reduction of fishing effort. However, in the last 10 years, once again whitemouth croaker has been excessively caught, what has pulled the yield down. Most of that is due to many fishing fleets, which did not have whitemouth croaker as the main target, having aimed their effort to this species. The average length of whitemouth croaker landed in São Paulo is around 290 mm, nearly the same length at first maturity for females (Lt50=292.24 mm). The maximum theoretical length is 389.57 mm. The total mortality rate is 0.59 and the exploitation rate is 0.63, what points out that stock is overexploited and that fishing effort control is needed to keep capture sustainable.
Document Type Other
Editor(s) Geraldo Barbieri
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia