Document details

The brazilian version of the Chedoke McMaster Assessment Stroke : translation, ...

Author(s): Lucas Brino Mota

Date: 2009

Origin: OASIS br

Subject(s): Stroke; Reabilitação; Acidente cerebrovascular; Rehabilitation


Description
A escala de avaliação de Acidente Vascular Cerebral (AVC) da Chedoke McMaster (CM) foi desenvolvida baseada nos estágios de recuperação motora de Brunnstrom, 1970 e avalia o paciente hemiplégico em duas partes: Inventário do comprometimento Físico e Inventário de capacidades. O primeiro determina a presença e a gravidade de incapacidades físicas comuns em seis dimensões: dor no ombro, função do braço, mão, perna, pé e tronco. O segundo avalia as atividade funcionais e é divida em dois índices: função motora grossa e caminhada. O objetivo do presente estudo foi elaborar uma versão brasileira da escala de avaliação de AVC da Chedoke McMaster e avaliar a concordância inter e intra-examinador, a validade concorrente e a consistência interna. Realizou-se a tradução e adaptação cultural, treinamento dos avaliadores e pré teste. Posteriormente a escala foi testada em 26 pacientes que apresentavam hemiplegia secundária ao AVC. O nível de concordância inter-examinador e intra-examinador foi excelente (CCI>0,75; p<0,001) para todos os itens e apresentou alta consistência interna (0,79). O item total da Escala de Fugl Meyer (EFM) mostrou forte correlação com o item total do instrumento de medida estudado (r=0,715; p=0,001), bem como com o inventário de capacidades da CM com a Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) (r=0,943; p<0,001), Índice de Barthel (r=0,919; p<0,001) e Medida de Independência Funcional (MIF) (r=0,717; p<0,001). Houve alta consistência interna para todos os itens com exceção do domínio ombro, este apresentou valor inferior a 0,4. Houve efeito teto para o domínio ombro e efeito solo para mão, braço e ombro. O presente instrumento traduzido e adaptado apresentou concordância assim como sua versão original, mostrou-se de fácil aprendizagem e aplicabilidade, além de avaliar o paciente em toda sua abrangência física, especialmente no desempenho de suas funções e não apenas na sua incapacidade física The Chedoke McMaster Assessment Stroke (CMAS) was developed based on the Brunnstrom motor recovery stages, and it is a two part measure consisting of a Physical Impairment Inventory and a Disability Inventory. First the impairment inventory determines the presence and severity of common physical impairments in six dimensions: shoulder pain, postural control, Arm, Hand, Leg and Foot; according to the seven stages of motor recovery (Brunnstrom). Then the Disability Inventory measures functional outcomes, and is made up of two indices, the gross motor function index and the walking index. The objective of the study was to develop a Brazilian version of the Chedoke McMaster Assessment Stroke and to evaluate the intra rater and inter rater reliability and the validity of the internal consistence of this version scale. The translations, cultural adaptations, evaluator training and pre-test were performed, and then a test evaluation of 26 stroke subjects. There was a high level of intra rater and inter rater reliability (CCI>0,75; p<0,001) and high internal consistency (0,79) for all the measures of the scale. The total Fugl-Meyer score showed strong correlation with the total score of the Chedoke McMaster Stroke Assessment (r= 0,715; p=0,001). The impairment and disability inventory of the CM showed strong correlation with the Berg Balance Scale (r=0,943; p<0,001), Barthel Index (r=0,919; p<0,001) and Functional Independence Measure (r=0,717; p<0,001). There was also a high internal consistency for all the dimensions of the CM, with exception of the shoulder dimension, that showed a value lesser than 0,4. There was a ceiling effect for the left shoulder dimension and a floor effect for the hand, arm and shoulder. The adaptation and translation of the CM scale in the present study showed agreement with the original version, demonstrated to be easy of learn and apply, and also to be able to evaluate the patient physical condition in a complete way, not only the physical impairment but also its functional performance
Document Type Other
Editor(s) Donizeti Cesar Honorato; Roberta de Oliveira; Telma Dagmar Oberg
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia