Document details

Magical agenda

Author(s): Fernanda Maria Pereira Freire

Date: 2005

Origin: OASIS br

Subject(s): Memoria; Memory; Linguagem; Neurolinguistica; Neurolinguistic; Dyslexia; Language; Dislexia


Description
This study has, as starting point, the theoretic referential formulated by Coudry (1986/88) for the area of Neurolinguistics that articulates the historical, inter-subjective and psychic dimension of the language in function of theoretical and methodological questions that re-echo in the practical clinic, especially to the relation between theory and data. It is a work of clinical character such as the inquiry proposed to be developed, as the description of procedures and practices with and about the language used in the longitudinal accompaniment of 30 years old man (AL) that presents a Frontal Syndrome picture due to a brain damage that affected his frontal lobes bilaterally and his parental upright lobe. In the clinical study multiple neurological prior and after episode factors are considered that explain the heterogeneity of AL?s picture: the supposed dyslexia diagnosis on the seventh grade of basic school, the history of alcoholism, the traumatic brain injury, the frontal syndrome and the fantastical narratives. The symptoms related to the picture reveal in a discrete way what implies dealing with the narrow relation between normal/pathological and with its characteristic instability. The individual was followed longitudinally from April 2003 to October 2004 at the Neurolinguistic Laboratory (LABONE) of Unicamp?s Institute of Language Studies (IEL), to where he was guided for neurolinguistic evaluation in February 2002, with complaints of difficulty on learning and reading and personal memory complaint. Based on findings and clues present in the clinical situation - that has as conducting wire the writing in the Magical Agenda as a place of reconstruction of the relation between the individual to the writing and its subjectivity - are studied the relations between language, memory, body and perception, from the joint of Freud?s formularizations about neurophysiological psychic device, Jakobson?s studies regarding the bipolar functioning of the language and the Luria?s formulations on the systemic and hierarchically cerebral functions organization Este estudo tem como ponto de partida o referencial teórico formulado por Coudry (1986/88) para a área de Neurolingüística que articula a dimensão histórica, intersubjetiva e psíquica da linguagem em função de questões teóricas e metodológicas que repercutem na prática clínica, especialmente no que se refere à relação entre teoria e dado. Trata-se de um trabalho de caráter clínico tanto pela investigação que se propõe a desenvolver quanto pela descrição de procedimentos e práticas com e sobre a linguagem usados no acompanhamento longitudinal de um sujeito de 30 anos do sexo masculino (AL), que apresenta um quadro de Síndrome Frontal leve em virtude de um traumatismo craniano que acometeu bilateralmente os lobos frontais e o lobo parietal alto à direita. No estudo clínico são considerados os múltiplos fatores pré e pós-episódio neurológico que explicam a heterogeneidade do quadro semiológico de AL: a suposta dislexia diagnosticada na 7ª série do ensino fundamental, o histórico de alcoolismo, o traumatismo crânio-encefálico, a síndrome frontal e as fabulações. Os sintomas que decorrem do quadro se manifestam de maneira discreta o que implica lidar com a estreita relação entre normal/patológico e com a instabilidade que lhe é característica. O sujeito foi acompanhado longitudinalmente entre abril de 2003 e outubro de 2004 no Laboratório de Neurolingüística (LABONE) do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Unicamp, para onde foi encaminhado para avaliação neurolingüística em fevereiro de 2002 com queixa de dificuldade de aprendizagem e de leitura e com queixa pessoal de memória. Por meio de achados e indícios que se apresentam em meio à situação clínica - que tem como fio condutor a escrita na Agenda Mágica como lugar de reconstrução da relação do sujeito com a escrita e com a sua subjetividade ? são estudadas as relações entre linguagem, memória, corpo e percepção, a partir da articulação das formulações de Freud sobre o funcionamento neurofisiológico do aparelho psíquico, os estudos de Jakobson a respeito do funcionamento bipolar da linguagem e as formulações de Luria sobre a organização sistêmica e hierarquizada das funções cerebrais
Document Type Other
Editor(s) Edson Françoso; Tania Alkmin; Maria Irma Hadler Coudry; Sirio Possenti; Alexandra Caneppele; Maria Laura Mayrink-Sabinson
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents


    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia