Document details

Monitorização da qualidade biológica de rios baseada em macroinvertebrados e re...

Author(s): Fonseca, Telmo cv logo 1

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10198/6632

Origin: Biblioteca Digital do IPB

Subject(s): Macroinvertebrados; Qualidade ecológica; IBMWP; IPtIN; IPtIS; Habitat piscícola; Repovoamento; PIT-telemetria


Description
Alcançar uma excelente ou no mínimo boa qualidade ambiental dos recursos aquáticos superficiais é um dos compromissos assumidos, a curto prazo, por todos os países da Comunidade Europeia. Tendo em conta os princípios emanados pela Directiva Quadro da Água (DQA), a Autoridade Florestal Nacional promoveu um programa de monitorização de sistemas aquáticos em Portugal (Projecto Aquariport). No presente estudo procedeu-se à monitorização referente ao ano de 2009 das comunidades de macroinvertebrados de vários rios distribuídos pelas bacias hidrográficas de norte a sul de Portugal. Foi feita uma avaliação da qualidade biológica dos ecossistemas lóticos recorrendo ainda a informação prévia (desde 2004), que na sua globalidade, abrangeu uma rede composta por 245 locais de amostragem. Foram encontradas diferentes métricas sensíveis à degradação ambiental como a diversidade H’ de Shannon-Wiener, o índice biótico IBMWP e o Índice de Invertebrados do Norte IPtIN e Sul IPtIS de Portugal, que permitiram diferenciar as comunidades que habitam em troços de rios com boa integridade ecológica relativamente a locais sujeitos a impactos ambientais resultantes de fenómenos de degradação da qualidade da água e do habitat aquático e ribeirinho (e.g. poluição, regularização, corte da vegetação ribeirinha). Nestes casos verificou-se que a composição e estrutura das comunidades de macroinvertebrados se afastavam notavelmente da situação de referência definida para cada tipologia. Nesta medida, a reabilitação de rios é fundamental como uma medida essencial para atingir o bom/excelente estado químico e ecológico das massas hídricas. Por tal motivo, foi desenvolvido um caso de estudo onde se promoveu a requalificação fluvial especificamente orientado para populações piscícolas. Para além da melhoria de habitat (incorporação de blocos e ramos de vegetação) procedeu-se à manipulação do biota (repovoamentos) no sentido de aumentar a capacidade biogénica do sistema e, desta forma, atenuar o impacto de diferentes pressões antrópicas (e.g. degradação do habitat; pesca desportiva). Assim, com recurso à PIT-Telemetria avaliou-se o comportamento da fauna piscícola no verão de 2010, num troço do rio Penacal com aptidão exclusivamente salmonícola. Os resultados confirmaram que a PIT-telemetria foi um método eficiente na avaliação do movimento e uso do habitat pelas populações simpátricas de trutas domésticas e selvagens. As trutas indígenas adaptaram-se de forma mais evidente ao meio selvagem. Entre as trutas criadas em cativeiro, verificou-se que foi o grupo dos exemplares previamente aclimatados que mostrou um comportamento mais próximo das trutas selvagens.
Document Type Master Thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Teixeira, Amílcar; Oliveira, João Manuel
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Related documents