Detalhes do Documento

Validação de um sistema de fluorometria ocular com câmara CCD de alta sensibili...

Autor(es): Branco, Isa Raquel Simões cv logo 1

Data: 2010

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10316/14085

Origem: Estudo Geral - Universidade de Coimbra

Assunto(s): Fluorometria ocular; Fluorómetro ocular; Retinopatia diabética


Descrição
A fluorometria ocular é uma técnica não-invasiva de diagnóstico que consiste na medição da fluorescência ocular exógena ou endógena. A principal aplicação desta técnica é no diagnóstico precoce da retinopatia diabética (a principal causa de cegueira do mundo industrializado) através da quantificação da permeabilidade das barreiras hemato-oculares. Desde que surgiu no mercado o fluorómetro ocular Fluorotron TM Master tem sido usado como referência em todos os estudos de fluorometria. Porém com o aparecimento de novas técnicas de fluorometria, concretamente a análise da autofluorescência da córnea como meio de diagnóstico tornou-se claro que o FM apresentava algumas limitações. Nesse contexto foi desenvolvido o fluorómetro ocular em que se baseia este trabalho. O fluorómetro ocular funciona acoplado a uma lâmpada de fenda oftalmológica onde são colocados filtros de emissão e excitação e uma câmara CCD termoelectricamente arrefecida. O sistema de aquisição de dados foi desenvolvido para melhorar a sensibilidade, resolução, portabilidade e programabilidade. Isto conseguiu-se através do uso de um microcontrolador dsPIC, de um ADC de 16 bits e da câmara termoelectricamente arrefecida. Este sistema permite-nos alcançar várias zonas do globo ocular e medir a autofluorescência da córnea. Palavras-Chave fluorometria ocular, retinopatia diabética, fluorómetro ocular
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Domingues, José Paulo
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados