Detalhes do Documento

Associações de peixes de uma zona costeira artificializada:o Porto de Recreio d...

Autor(es): Tojeira, Inês Cerqueira Afonso, 1981 cv logo 1

Data: 2010

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10451/1818

Origem: Repositório da Universidade de Lisboa

Assunto(s): Ictiologia; Teses de mestrado


Descrição
Tese de mestrado, Ecologia e Gestão Ambiental, 2010, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências Foram realizados censos visuais em mergulho com escafandro autónomo durante a Primavera e Verão de 2009 com o objectivo de caracterizar as associações de peixes do Porto de Recreio de Oeiras. Nestes mergulhos foram identificadas 46 espécies de peixes pertencentes a 20 famílias diferentes. A maioria das espécies amostradas é característica de zonas marinhas de substrato rochoso, sendo as espécies mais comuns e com distribuição mais ampla no interior do Porto de Recreio: Atherina presbyter, Diplodus sargus, Diplodus vulgaris, Ctenolabrus rupestris e espécies da família Mugilidae. Compararam-se as abundâncias e frequências de ocorrência em três zonas distintas no interior do Porto de Recreio: A (zona do molhe de abrigo na entrada do Porto); B (zona de pontões flutuantes) e C (zona de enrocamento abrigada). O índice de Shannon- Wiener revelou uma diversidade decrescente da zona A para a zona C, apresentando a zona C uma diversidade significativamente mais baixa do que as zonas A e B. Realizou-se uma análise de correspondência (CA) que revelou uma clara separação entre a zona B e as zonas A e C. Espécies especialmente abundantes, como A. presbyter e D. vulgaris, posicionaram-se entre as zonas A e C, enquanto G. gasteveni, D. cervinus, D. bellottii e G. cobitis apresentam uma fraca associação em qualquer dos grupos formados, ocupando uma posição afastada em relação às zonas consideradas. Underwater surveys were carried out in the Oeiras Harbor along the spring and summer of 2009 in order to identify the fish assemblages present inside this artificial structure. During these months 46 species belonging to 20 different fish families were identified. Most species are typically marine rocky subtidal species. The most common and widely distributed species inside the Oeiras Harbor were: Atherina presbyter, Diplodus sargus, D. vulgaris, Ctenolabrus rupestris and several Mugilidae species. Relative abundances and frequencies were estimated in three distinct areas inside the study area: A (artificial rocky area near the entrance of the harbor); B (floating piers) and C (sheltered artificial rocky area). Analysis of the Shannon-Wiener index revealed a decreasing diversity from area A to area C, with the diversity in C being significantly lower when compared with A and B. Correspondence analysis (CA) revealed the distinctiveness of area B, when compared with areas A and C. Species A. presbyter and D. vulgaris, were particularly abundant and were mainly found in areas A and C while G. gasteveni, D. cervinus, D. bellottii e G. cobitis were not associated to any of these groups.
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Orientador(es) Cabral, Henrique N., 1969-
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

    Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia