Detalhes do Documento

Qualidade e inclusão na creche "X"

Autor(es): Rebelo, Rita Sofia Cabral cv logo 1

Data: 2011

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10773/8051

Origem: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Assunto(s): Educação pré-escolar; Educação das crianças; Desenvolvimento das crianças; Integração escolar; Qualidade da educação; Avaliação da qualidade


Descrição
A organização do serviço Creche deve assegurar que a criança beneficie da sua estadia no contexto, atendendo a um conjunto de fatores patenteando o desenvolvimento global. Assim, cabe ao educador compreender, analisar, refletir e intervir com cada criança, conhecendo o currículo natural de cada uma (os diferentes sistemas onde está inserida), de forma a poder aplicá-lo na sua prática para que possa construir um contexto estimulante. A provisão da qualidade requer o desenvolvimento de um currículo com uma oferta educativa rica que se focalize no bem-estar emocional, livre iniciativa, implicação nas atividades livres ou orientadas, visão holística do desenvolvimento, interesses e necessidades das crianças, sendo estas participantes ativas e autónomas em toda a dinâmica de creche. O que a criança experiencia nos primeiros anos de vida é marcante no seu desenvolvimento cerebral e na sua forma de interagir com os outros ao longo da vida. Assim, é crucial que as creches (equipas) forneçam cuidados e educação promotores de bem-estar emocional e desenvolvimento, assentes em relações de confiança, promotoras de segurança emocional, tanto com as crianças como com as suas famílias. De acordo com a opinião de vários autores, a qualidade é um conceito valorativo, subjetivo e dinâmico, que varia com o tempo, a perspetiva e o lugar. Por isso, é inadequado o estabelecimento de definições precisas, fixas e estáticas do conceito de qualidade. No entanto, existem aspetos da prática e do conteúdo educativo que fornecem um conjunto nuclear de condições que favorecem experiências de alta qualidade. Tendo por base a Infant/Tolder Enviroment Rating Scale – ITERS (Harms, Cryer e Clifford, 1990), escala utilizada para avaliar a qualidade das estruturas formais de cuidados e educação (ambiente) oferecidos em creche e o Self-Evaluation Instrument for Care Settings – SICS (ZIKO) Well-being and Involvement in Care ( Laevers et all, 2005), instrumento que permite ao educador determinar áreas fortes e fracas do contexto educativo, procedeu-se à recolha de dados no contexto específico da Creche "X".Os dados alcançados indicam que esta é uma creche com qualidade e potencialidades inclusivas (de acordo com os pressupostos observados), onde as suas crianças são felizes, confiantes, dinâmicas e organizadas, podendo perceber-se que as suas necessidades, interesses e atividade mental são respeitados e estão a ser estimulados. The service organization Day Nursery should ensure that the child benefits of his/her stay in the context, attending to several factors showing the whole development. Thus, it is the childcare worker's responsibility to understand, analyse, think and interfere with every child, know the natural history of each child (the different systems where the child is inserted), so he/she can apply it practically building a stimulating context/environment. The quality provision requires the development of a history with a rich educational offer which focus on the emotional well being, free initiative, involvement in free or oriented activities, holistic vision of development, interests and needs of children. These are active and independent participants in the whole dynamic of the Day Nursery. What the child experiences in the first days of life is outstanding in his/her cerebral development and in its way of interacting with others throughout his/her life. Thus, it is crucial that Day Nurseries (teams) provide care and education encouraging well being and development, established in secure links and interactions not only with children but also with their families. According to the opinion of several authors, quality it is an important, subjective and dynamic concept, which differs with time, perspective and place. That's why the establishment of precise, fixed and static definitions of the concept of quality is inappropriate . However, there are practical and educational content aspects which provide a nuclear group of conditions that indulge high quality experiences. Having as a foundation, the scale Infant/Tolder Enviroment Rating Scale – ITERS( Harms, Cryer e Clifford, 1990), used to evaluate the quality of formal structures of care and education (environment) offered in day nursery and the instrument Self-Evaluation Instrument for Care Settings – SICS (ZIKO) Well-being and Involvement in Care ( Laevers et al., 2005), which allows the childcare worker to determine strong and weak areas of the educational context, the collection of data in the specific context of the Day Nursery "X" was made. The achieved data indicate that Creche "X" is a Day Nursery with quality and inclusive potentialities (according to the observed presuppositions), where children are happy, confident, dynamic and organized. It is understandable that their needs, interests and mental activity are respected and are being stimulated." Mestrado em Ciências da Educação - Educação Especial
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Santos, Paula Ângela Coelho Henriques dos
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados