Detalhes do Documento

Educação para valores na escola plural : a educação moral e religiosa

Autor(es): Silva, Manuel Ângelo Moreira da cv logo 1

Data: 2007

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10773/985

Origem: RIA - Repositório Institucional da Universidade de Aveiro

Assunto(s): Educação para os valores; Ensino de valores; Educação cívica; Papel da escola; Desenvolvimento pessoal e social


Descrição
A batalha por uma educação para todos (Unesco, 1990: Jomtien, Tailândia) está longe de já estar ganha. A sociedade multifacetada e global revelou novos problemas que questionam os sistemas educativos na sua adequação à diversidade e multiculturalidade. Numa escola para todos haverá lugar para o desenvolvimento da identidade de cada um ou o relativismo ético impedirá o pluralismo comprometido e tolerante em que cada ser humano aprende a viver em plenitude com outros diferentes? Este problema parece ser o grande desafio colocado à educação para valores na escola, a qual, nesta matéria, tem responsabilidades, a par de outras instituições da comunidade, nomeadamente as famílias e as religiões organizadas. O modelo da escola plural, comprometida e tolerante apresenta-se como aquele que possibilita uma verdadeira formação integral de todos e de cada um. Contudo, apesar do lugar reservado pela LBSE (Lei n.º 46/86, de 14 de Outubro), a área de formação pessoal e social continua a ser um problema por resolver no sistema educativo português. Por maioria de razão a Educação Moral e Religiosa (Católica ou de outras confissões) é questionada por muitos para saber se tem lugar e qual o seu papel na escola pública. Procura-se aqui analisar estes problemas no contexto português e estudar qual a contribuição da Educação Moral e Religiosa Católica nesta área estratégica da educação escolar, com particular relevância no 3º ciclo do ensino básico. ABSTRACT: The struggle for education for all (Unesco, 1990: Jomtien, Thailand) is far from being won. The multifaceted global society disclosed new problems that question the educational systems in its adequacy to diversity and multicultural literacy. In a school for all will there be space for identity development of the individual or the ethical relativity will hinder engaged and tolerant pluralism where each human being learns to live in fullness with other different ones? Thisproblem seems to be the great challenge placed to education for values in school, which, in the matter of that will not be able to reject responsibilities along with other institutions in the community as well as families and organized churches. The model of tolerant, compromised and plural school presents itself as the one that makes possible a true and complete education of everyone and of each one. However, in spite of the place reserved by (Law no. 46/86, October,14th) the area of personal and social education it continues being an unsolved problem in the Portuguese educational system. Moral and Religion Education (Catholic and other confessions) is questioned by many to know if it has space and which its role in the state school. These problems are being analysed in the Portuguese context and to study which is the contribution of Moral Catholic and Religious Education in this strategic area of the school education with particular relevance 3th cycle of the basic education. Mestrado em Ciências da Educação - Formação Pessoal e Social
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Coelho, Carlos Meireles
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo