Detalhes do Documento

Movimentos e idéias sobre educação comunitária no Brasil : matrizes filosóficas e desdobramentos históricos no século XX

Autor(es): Luciana Pedrosa Marcassa

Data: 2009

Origem: OASISbr

Assunto(s): Educação comunitaria; Pedagogia; Políticas educacionais; Movimentos sociais; Communitarian education; Pedagogy; Educational politics; Social movements; Popular movements


Descrição
Esta pesquisa tem como objeto de estudo a tradição da educação comunitária no Brasil. Parte da análise crítica dos discursos sobre a questão comunitária na educação, considerando seus suportes conceituais, seus temas correlatos e propostas sistematizadas neste âmbito. Tendo em vista a direção dos processos educativos, sua função e representação política nos distintos contextos históricos, buscou compreender e desvelar os diferentes projetos, sentidos, valores e fundamentos ético-políticos atrelados às teorias e práticas pedagógicas presentes na arena de lutas e tensões que cercam a relação entre Estado e sociedade civil no Brasil. O estudo identificou a constituição de três matrizes hegemônicas que configuram e informam os movimentos e idéias sobre a educação comunitária no Brasil: a matriz fascista, centrada nas políticas de educação para o trabalho do Estado corporativista; a matriz redentora, amparada nas experiências dos movimentos de educação popular e no pensamento social da Igreja Católica; e a matriz produtivista, que tem uma versão fundada na pedagogia tecnicista das políticas educacionais do Governo Militar e outra na ação assistencialista das organizações civis do chamado terceiro setor, as quais vêm promovendo um rol de serviços educacionais que pretendem substituir as políticas sociais antes garantidas pelo Estado. É uma investigação histórico-filosófica que se estrutura sobre revisão de literatura, análise conceitual e categorial e debate ético-político em torno das construções matriciais que compõem este vasto campo de idéias e experiências educativas, em que diferentes concepções de educação comunitária emergem, construindo uma tradição pedagógica carregada de interesses compensatórios e mistificadores. Tais concepções colaboram para confundir e educar na direção de um perigoso consenso em torno de uma ardilosa e imprecisa ética comunitária. Ao confrontar os discursos hegemônicos com os interesses educacionais em jogo, esta investigação pretende denunciar os fundamentos ocultos e as contradições sob as quais esta tradição se assenta, demonstrando seus limites e possibilidades para a materialização de uma concepção crítica e dialética da educação, que esteja comprometida com a transformação social e a emancipação humana.This study aims to study the tradition of community education in Brazil. It departs from the critical analysis of discourses on the community issue in education, taking into account its conceptual supports, related themes, and systematized proposals in this area. Bering in mind the direction of the educational processes, its function and political representation in different historical contexts, this study aimed to understand and unravel the different meanings, values and ethical-political reasons linked to the theories and teaching practices present in the arena of strife and tensions which surrounds the relationship between the State and the civil society in Brazil. The study identified the creation of three matrices that shape and inform hegemonic movements and ideas on community education in Brazil: i) the Fascist matrix, which focuses on the educational policies for the work of the corporate state; ii) the redemption matrix, supported by the experiences of popular education movements and by the social thought of the Catholic Church; iii) and the production matrix, which has a version based on the pedagogic technicalities of educational policies of the Military Government, and another one based on the actions of civil organizations of welfare, so-called third sector, which have been promoting a poll of educational services to replace the social policies backed by the State before. This is a historical-philosophical investigation that is structured on literature review, conceptual and category analysis, and ethical-political debate on matrix constructions that make up this vast array of ideas and educational experiences, in which different conceptions of community education emerge, building up an educational tradition full of compensatory and mystifying interests. Such views collaborate to misguide and educate towards a dangerous consensus on an elusive and imprecise community ethic. By confronting the hegemonic discourses with the educational interests at stake, this research intends to withdraw the pleas and hidden contradictions under which this tradition rests, showing its limits and possibilities for the realization of a critical and dialectical conception of education, committed to social transformation and human emancipation.
Tipo de Documento Tese de Doutoramento
Idioma Português
Orientador(es) César Aparecido Nunes; Dermeval Saviani; Eduardo Tadeu Pereira; Edson Marcelo Hungaro; José Luís Sanfelice
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo