Document details

Papel do treinador nos tempos da atualidade. Qualidades do treinador do Séc. XXI - na perspetiva de vários autores

Author(s): Cruz, Ana B G S M

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10314/2115

Origin: Repositório Institucional do Instituto Politécnico da Guarda

Subject(s): Competências do treinador; Desporto; Formação de treinadores; Treino desportivo; Eventos desportivos


Description

Atualmente o desporto é um dos maiores fenómenos de sustentação das sociedades atuais. A crescente participação da sociedade, em eventos desportivos, exigiu que a área desportiva manifestasse, nos últimos tempos, uma evolução muito significativa nas ciências do desporto. Por isso, a profissão de treinador exige um conhecimento multidisciplinar (técnicos, táticos, psicológicos, de metodologia do treino, entre outros) na modalidade desportiva em que se especializa, bem como, no domínio da pedagogia. Tal multiplicidade de requisitos torna imprescindível um sólido capital de competência técnica, de personalidade e de inteligência estratégica (Garganta, 2004). O nosso tema de investigação enquadra-se na questão “Quais as qualidades, mais valorizadas nos treinadores, na perspectiva dos diferentes atores no processo desportivo?”. Assim, para dar resposta a esta questão utilizamos uma amostra de 431 indivíduos, amostra de conveniência, dos quais 264 são do género masculino e 167 do género feminino com idades compreendidas entre os 19 e 39 anos (Média = 31,73). A recolha de dados foi efetuada através de um questionário “Perceções sobre qualidades de um Bom Treinador” (cf. anexo I), com 20 itens, utilizando uma escala de likert onde: 1 – Discordo Totalmente; 2 – Discordo; 3 – Indiferente; 4 – Concordo; 5 – Concordo Totalmente. Como principais resultados do estudo, destacam-se a ética profissional, liderança e capacidade técnico/tática e a gestão psicológica como as capacidades mais valorizadas. Destas, destacamos como as mais pontuadas: tratar de igual forma todos os atletas respeitando as diferenças individuais; Ser responsável; ter respeito; ter capacidade de motivar os atletas para o treino e competição, entre outras. Podemos concluir que o género feminino, os divorciados/separados, os mais de 39 anos e os que já treinaram equipas, são os que mais valorizam cada uma destas capacidades.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents