Document details

Patogénese da Infeção Urinária

Author(s): Matos, Ana Isabel Soares de

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10284/3567

Origin: Repositório Institucional - Universidade Fernando Pessoa

Subject(s): Infeção do trato urinário; Etiologia; Fatores de virulência; Urinary tract infection; Etiology; Virulence factors


Description

A infeção do trato urinário (ITU) ocorre frequentemente no humano. É mais prevalente no sexo feminino, mas também acomete pacientes do sexo masculino principalmente quando associada à manipulação do trato urinário e à disfunção prostática. A ITU pode ser classificada quanto à localização em ITU baixa (cistite) e ITU alta (pielonefrite) e quanto à presença de fatores de risco em ITU não complicada e ITU complicada. Os agentes etiológicos mais frequentemente envolvidos com ITU adquirida na comunidade são, em ordem de frequência: a Escherichia coli, o Staphilococcus saprophyticus, espécies de Proteus e de Klebsiella e o Enterococcus faecalis. A presença de infeção, bem como a sua extensão, depende da interação entre fatores de virulência do microrganismo, defesas do hospedeiro e tamanho do inóculo. Os sinais e sintomas associados à ITU incluem polaciúria, urgência miccional, disúria, hematúria e piúria. A escolha de terapia antimicrobiana para a ITU varia de acordo com a apresentação da infeção, hospedeiro e agente. Estratégias envolvendo diferentes esquemas terapêuticos de acordo com grupos específicos de pacientes maximizam os benefícios terapêuticos além de reduzir os custos, as incidências de efeitos adversos e o surgimento de microrganismos resistentes. A urinary tract infection (UTI) occurs frequently in human. It is more prevalent in females but affects males especially when associated with manipulation of the urinary tract and prostate dysfunction.The UTI can be classified according to location in lower UTI (cystitis) and high UTI (pielonephritis) and according the presence of complicating factors in uncomplicated UTI and complicated UTI. The etiologic agents most frequently involved with community-acquired UTI are in order of frequency: Escherichia coli, Staphilococcus saprophyticus, Proteus species and Klebsiella and Enterococcus faecalis. The presence of infection and their extent depends on the interaction between factors of virulence of the microorganism host defenses and inoculums size. The signs and symptoms associated with UTI include urinary frequency, urinary urgency, dysuria, hematuria and pyuria. The choice of antimicrobial therapy for the ITU varies with the introduction of infection, host and agent. Strategies involving different treatment regimens according to specific patient groups maximize the therapeutic benefits and reduce costs, the incidence of adverse effects and the emergence of resistant microorganisms.

Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Sousa, João Carlos
Contributor(s) Matos, Ana Isabel Soares de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents