Document details

Aferição das dificuldades/competências na área da Endodontia percepcionadas pelos alunos do 4º e 5º anos da FCS-UFP

Author(s): Silva, Ana Sofia Rocha Barradas e

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10284/5553

Origin: Repositório Institucional - Universidade Fernando Pessoa

Subject(s): Endodontic and Teaching; Pre-clinical Endodontic and Teaching; Clinical Endodontic and Teaching; Portugal; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica


Description

Introdução: Com uma consciencialização cada vez maior das populações para a preservação dos dentes naturais, a Endodontia tem assumido uma importância crescente, tendo por objectivo principal a manutenção de dentes funcionais, sem prejudicar a saúde dos pacientes. Estes devem beneficiar de um tratamento segundo o “standard of care”, proporcionado por profissionais competentes. Vários estudos demonstram que a Endodontia é considerada uma área difícil e stressante para os estudantes, exibindo um sentimento de menor confiança na prática clínica, sobretudo no que diz respeito a procedimentos mais complexos, nomeadamente, no tratamento de dentes posteriores. Em 2010, na tentativa de homogeneizar as competências adquiridas pelos Médicos Dentistas (MD), a Associação para a Educação Dentária Europeia (AEDE) definiu critérios para a sua formação pré-graduada, indicando que o MD recém-graduado deve ter adquirido competências e capacidades técnicas que lhe permita começar a sua prática clínica de forma independente. Objectivos: Analisar os conhecimentos adquiridos e as dificuldades sentidas na área da Endodontia pelos alunos do 4º e 5º anos do Mestrado Integrado em Medicina Dentária da Faculdade de Ciências de Saúde (FCS) da Universidade Fernando Pessoa (UFP), fazendo, igualmente, uma abordagem ao ensino ministrado na área da Endodontia face aos resultados obtidos. Materiais e Métodos: Este trabalho está dividido em duas partes: revisão bibliográfica e investigação científica. A revisão bibliográfica do tema engloba o ensino graduado em Medicina Dentária, o uso de isolamento absoluto (IA) na prática clínica de Endodontia, a instrumentação manual versus rotatória, a influência no sucesso do tratamento endodôntico (TE) da sua execução por estudantes do 4º e 5º ano, as Guidelines para o TE e o ensino de Endodontia na UFP. A pesquisa bibliográfica foi efectuada através da base de dados PubMed, tendo sido utilizadas, em diferentes combinações, as seguintes palavras-chave: ”Endodontics”, “teaching”; “pre-clinical”; “undergraduate”; “Clinical”; “treatment” e “Europe”. O trabalho de investigação consistiu na elaboração, aprovação pela Comissão de Ética da UFP e posterior aplicação de um questionário destinado aos alunos do 4º e 5º ano do Mestrado Integrado em Medicina Dentária da FCS-UFP. A população estimada de alunos do 4º ano foi de 190 alunos e a de 5º ano de 150 alunos, o que perfaz um total de 340 alunos. Dos inquéritos respondidos, apenas foram considerados 338, uma vez que dois foram anulados pois continham respostas inválidas. Resultados: A “condição socioeconómica do paciente” foi considerada a causa menos relevante para avaliar um caso endodôntico, tendo sido apontada por 34,3% dos alunos. Assinala-se que 92% dos alunos de 4º ano e 93,3% dos alunos de 5º ano consideram que os molares superiores são os dentes mais difíceis de tratar, sendo a visibilidade uma das principais razões para esta opinião. O grau de dificuldade para a colocação do IA é definido como “Elevado” para a maioria dos alunos de 4º ano. A maior parte dos alunos de 5º ano considera que o grau de dificuldade para a “Determinação do tipo de reconstrução/prótese fixa mais indicada” é “Elevado”. O passo do TE onde os alunos do 4º ano se sentem mais confiantes é no “Diagnóstico de cárie”, sendo que os alunos do 5º ano se sentem mais confiantes ao realizar o “TE em dentes com 1 ou 2 canais”. O “Conteúdo leccionado nas aulas teóricas” foi considerado o principal aspecto positivo do ensino endodôntico. Por outro lado, o “Número de actos clínicos realizados” foi considerado o principal aspecto negativo, tanto para alunos de 4º como de 5º ano. Em ambos os anos, os principais pontos que os alunos acham que devem ser melhorados são o “Número de pacientes nas aulas clínicas” e a “Aprendizagem da técnica de instrumentação mecanizada/obturação termoplástica”. As principais preocupações referidas, tanto por alunos de 4º como de 5º anos, foram a “Insegurança na prática clínica” e a “Dificuldade em encontrar ofertas profissionais”. Relativamente à qualidade dos seus TE existe um número significativo de alunos do 5º ano que já se auto-avaliam como “Bons” (33,6%), por comparação com os do 4º ano (21,2%), sendo a auto-avaliação de “Razoável” dominante em ambos os anos de formação. Conclusões: Conclui-se que na disciplina de Endodontia na FCS-UFP, são seguidas as Guidelines da European Society of Endodontology (ESE), sendo que estas indicam o protocolo mais correcto a seguir durante o Tratamento Endodôntico Não-Cirúrgico (TENC). Contudo, o reduzido número de actos clínicos e a consequente falta de prática faz com que os alunos se sintam pouco confiantes ao iniciar a sua actividade profissional.

Introduction: With an increasing awareness of the population to the preservation of natural teeth, Endodontics has assumed enhanced importance, with the main objective to maintain functional teeth without harming the health of patients. These should benefit of treatments according to the "standard of care" provided by competent professionals. Several studies show that Endodontics is considered a difficult and stressful area for students, displaying a sense of lower confidence in clinical practice, especially in relation to more complex procedures, namely the treatment of posterior teeth. In 2010, in an attempt to homogenize skills acquired by dentists, the Association for European Dental Education (AEDE) defined criteria for pre-graduate training, indicating that the dentist recently graduated must have acquired skills and technical capabilities that allow him to start, independently, his practice. Objectives: Analyze the knowledge acquired and the difficulties experienced in the area of Endodontics by students of the 4th and 5th year of the Faculty of Health Sciences (FCS) of Universidade Fernando Pessoa (UFP), making an approach to the education provided in the area of Endodontics, comparing it to the results obtained. Materials and Methods: This study is divided in two parts: bibliographical review and scientific research. The bibliographical review includes the graduated education in Dental Medicine, the use of the rubber dam in the clinical practice of Endodontics, manual instrumentation versus rotatory, the influence on the success of endodontic treatment (ET) of its implementation by students of the 4th and 5th year, the guidelines for the ET and the teaching of Endodontology in the UFP. The bibliographical research was carried out through the databases PubMed and Medline, using in different combinations the following keywords: ”Endodontics”, “teaching”; “pre-clinical”; “undergraduate”; “Clinical”; “treatment” e “Europe”. The study consisted of a questionnaire applied to students of the 4th and 5th year of The Integrated Master in Dentistry of FCS-UFP. The estimated population of students was: 190 students for the 4th year and 150 for 5th year, which makes a total of 340. From the surveys answered, only 338 were considered, because two were rejected due to invalid responses. Results: The "socio-economic condition of the patient" was considered by 34.3% of the students the least relevant cause when assessing an endodontic case. It is designated that 92% of the students from the 4th year and 93.3% from 5th year consider that the upper molars are the most difficult teeth to treat, being the visibility one of the main reasons for this opinion. The degree of difficulty in placing the rubber dam is defined as "High" for the majority of 4th year students. Most of 5th year students consider that the degree of difficulty of “Determination of the type of reconstruction/fixed prosthesis more indicated” is “High”. The step of the ET where the 4th year students feel more confident is in "Diagnosis of caries", while the 5th year students feel more secure to perform the ET in “Teeth with 1 or 2 root canals”. The “Content taught in the theoretical classes” was considered the main positive aspect of endodontic teaching. On the other hand, the “Number of clinical acts carried out” was considered the main negative aspect, for both 4th and 5th year students. In both years, the main points that must be improved are the “Number of patients in the clinical classes” and the “Learning of the technique of mechanized instrumentation/ thermoplastic root-filling”. The main concerns referred by both 4th year and 5th year students, were the “Insecurity on the clinical practice” and the “Difficulty in finding professional offerings”. When questioned about the quality of their own ET there is a significant number of answers of “Good”, (33.6%), from 5th year, in comparison with the 4th year students (21.2%); nevertheless, the self-assessment of "Reasonable" is dominant in both years of graduation. Conclusions: It can be concluded that in the area of Endodontics at FCS-UFP, the Guidelines of the European Society of Endodontology (ESE) are followed, as it is considered the more correct protocol to follow, during the ET. However, the small number of clinical acts performed and the consequent lack of practice makes the students feel little confident to begin their professional activity.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Teles, Ana Moura
Contributor(s) Silva, Ana Sofia Rocha Barradas e
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents