Document details

Avaliação da eficácia de remoção do biofilme oral após a instrução da escovagem dentária em pacientes com necessidades educativas especiais

Author(s): Faria, Mariana Portugal

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10284/5728

Origin: Repositório Institucional - Universidade Fernando Pessoa

Subject(s): Dental care in special children; Especial needs; Oral hygiene; Oral health; Deaf children; Dental plaque; Mechanic plaque control; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica


Description

No âmbito da Medicina Dentária define como Paciente com Necessidades Especiais (PNE) todos o indivíduo que apresenta determinados desvios dos padrões de normalidade, identificáveis ou não e que por isso necessitam de atenção e abordagens especiais por um período da sua vida ou indefinidamente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 10% da população mundial é constituída por pacientes especiais, sendo 50% portadores de deficiência mental, 20% de deficiência física, 15% de deficiência auditiva, 5% de deficiência visual e, 10% de alterações múltiplas. Indivíduos com necessidades especiais têm um risco elevado de ter doenças orais. Se, por um lado, um dos grandes objetivos deste trabalho é realçar a importância da higiene oral, não será menos importante, por outro lado, refletir sobre a eficácia da remoção do biofilme dentário através da técnica mais adequada para pacientes com necessidades educativas especiais. Assim, os principais objetivos deste estudo são: i. Perceber previamente ao estudo, quais as noções de higiene oral dos encarregados de educação dos alunos com necessidades educativas especiais e os hábitos de saúde oral que lhes estão associados; ii. Promover e melhorar a saúde oral desta população através de técnicas de motivação como jogos, apresentações de slides através do programa Microsoft powerpoint, filmes; iii. Levar os alunos com NEE a aprender a técnica mais adaptada às suas necessidades através do treino em macromodelos; iv. Comparar os valores do índice de placa no início e no final do estudo para perceber se houve ou não melhoria. Foi utilizada a base de dados do Pubmed, tendo sido pesquisados artigos com as palavras-chave “dental care in special children”, “especial needs”, “oral hygiene”, “oral health”; “deaf children and oral health”, “dental plaque” e “mechanic plaque control”. Foram incluídos os artigos escritos em Português e Inglês, aos quais houvesse acesso integral do artigo, dos últimos 10 anos. Foi realizada também uma consulta de livros relacionados com o tema. A população alvo foram os utentes da instituição CERCIPENICHE, portadores de dificuldade intelectual e desenvolvimental (DID) que compreendiam idades entre os 20 e os 57 anos. A amostra é constituída por 53 indivíduos. O estudo inclui todos aqueles alunos da instituição que conseguiam realizar a escovagem dentária sozinhos, sem qualquer ajuda. A investigação dividiu-se em 3 fases: na primeira fase foi avaliada a eficácia da escovagem dentária dos utentes sem qualquer instrução por parte do investigador, recorrendo a um revelador de placa bacteriana sem qualquer contraindicação para a saúde do indivíduo; numa segunda etapa foram dadas instruções de técnicas de escovagem com base nos resultados da fase anterior, auxiliando com atividades de motivação para a higiene da cavidade oral; por fim foi realizada uma nova avaliação do índice de placa bacteriana para verificar se houve ou não eficácia na remoção do biofilme dentário. Apesar das limitações físicas e mentais destes pacientes atuarem como um travão para uma boa higiene oral, os resultados são positivos, indicam que se verificou a existência de melhorias significativas no IHO-s após a intervenção. Do primeiro para o segundo momento houve uma diminuição dos valores médios deste índice, ou seja, houve uma melhoria na higiene oral desta população, após a instrução. Conclui-se que é importante para estes pacientes reforçar-se continuamente os hábitos de higiene oral, uma vez que reforça a interiorização do conhecimento, havendo não só melhorias na saúde oral destes indivíduos como melhoria na sua qualidade de vida e na saúde em geral.

Within the framework of Dentistry, patients with special needs, are defined by any individual who has certain deviations, identifiable or not, from normal standards and therefore a special attention and approach are required for a period of his life or indefinitely. According to the World Health Organization, about 10% of the world´s population consists of special patients, being 50% mental disabled, 20% physical, 15% of hearing loss, 5% of visual impairment and, 10% of multiple alterations. Individuals with special needs are more likely to have a high risk of oral diseases. If, on one hand, a major goal of this work is to highlight the importance of oral hygiene; on the other hand and not less important is to reflect on the effectiveness of the dental biofilm´s removal through the most appropriate technique for patients with special needs. Therefore, the main objectives of this study are: i. Realize prior to the study, which are the parents of these patients notions of oral hygiene and the oral health habits associated with them; ii. Promote and improve the oral health of this population through motivational techniques as games, movies and slide shows through Microsoft´s program PowerPoint; iii. Take students with special educational needs to learn the most suitable technique to their needs through training in macro models; iv. To compare the values of the index plate at the beginning and end of the present study in order to understand whether or not there was improvement. PubMed´s database was used to search related articles, by the following keywords: "dental care in special children", "special needs", "oral hygiene", "oral health "," deaf children and oral health ", "dental plaque "and" mechanic plaque control”. Articles written in Portuguese and English over the past 10 years have been included in this research, to which there was full access. The target population of this study were CERCIPENICHE students, with intellectual and developmental disabilities, aged between 20 and 57 years. The sample consisted of 53 individuals. The study includes all students of the institution who could perform tooth brushing alone without any help. The investigation was divided into three phases: in the first phase, it was assessed the efficacy of tooth brushing without any instruction by the researcher, using a plaque revealing with no negative effect on the health of the individual; in a second step, were instructed brushing techniques based on the results of the previous phase, along with motivational activities for the oral health hygiene. Finally, it was conducted a new assessment of the dental plaque index to check whether or not dental biofilm was effectively removed. Despite the physical and mental limitations of these patients act as a barrier to good oral hygiene, the results are positive, and indicate that there was the existence of significant improvements in OHI-s after the intervention. From the first to the second step there was a decrease of the average values in this index which means there was an improvement on the oral hygiene of this population after the instruction. In conclusion, it is important for these patients to continually increase the habits of oral hygiene since it enhances their knowledge and interest, helping not only to improve oral but overall health and quality of life as well.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Bulhosa, José Frias
Contributor(s) Faria, Mariana Portugal
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents