Document details

Monensina sódica

Author(s): Sousa, Vera Lúcia Pereira de

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10284/5831

Origin: Repositório Institucional - Universidade Fernando Pessoa

Subject(s): Monensina; Ionóforos; Aditivos; Cetoses; Deslocamento de abomaso; Mastite; Células somáticas; Reprodução; Produção de leite; Monensin; Ionophores; Additives; Ketosis; Displaced abomasum; Mastitis; Somatic cells; Reproduction; Milk production; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Básica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Básica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Básica


Description

O aumento populacional ao nível mundial exige uma maior disponibilidade de proteína de origem animal. Neste contexto, foi e continua a ser necessário utilizar ferramentas que aumentem a produtividade animal. Desde 2006, a União Europeia proibiu a utilização de antibióticos nas rações dos animais como promotores de crescimento. A necessidade de aumentar o desempenho animal impulsionou o desenvolvimento de estudos relativos à utilização de ionóforos como aditivos na dieta dos ruminantes, com o objetivo de aumentar a eficiência energética e a recuperação do animal após o período de gestação. O uso de aditivos ionóforos na dieta dos bovinos é um dos recursos que têm sido estudados nos últimos tempos, entre os quais se destaca a utilização da Monensina. O presente trabalho discorre acerca da ação do aditivo Monensina sódica e a sua relação com a rentabilidade do animal. Adicionalmente, esta dissertação apresenta uma revisão bibliográfica de como os ionóforos influenciam o processo de digestão, fermentação ruminal e controlo de determinadas patologias do animal. A dissertação apresenta ainda um estudo onde foi avaliada a ação da Monensina sódica no arranque das vacas leiteiras, após gestação, e na prevenção e tratamento de doenças metabólicas no período de transição, numa Exploração Agropecuária de produção de leite, na região do Minho, em Braga. Neste estudo verificou-se que a administração de Monensina em vacas leiteiras originou uma diminuição do número de lactantes, reduziu a produção de leite e o número de deslocamentos do abomaso por animal quando comparados com animais do grupo de controlo.

The population growth worldwide requires greater availability of animal protein. In this context, it was and remains necessary to use tools that increase animal productivity. Since 2006 the European Union banned the use of antibiotics in animal feed as growth promoters. The need to increase animal performance spurred the development of studies on the use of ionophores as additives in the diet of ruminants, in order to increase energy efficiency and the animal's recovery after pregnancy period. The use of ionophores additives in the diet of cattle is one of the resources that have been studied in recent times, among which stands out the use of monensin. This work refers to the actions of the monensin as additive and its relationship to the productivity of animal. Additionally, this work presents a literature review of how ionophores influence the process of digestion, ruminal fermentation and control of certain animal diseases. The dissertation also presents a study where the action of monensin sodium was evaluated in the start-up of dairy cows after pregnancy and in the prevention and treatment of metabolic diseases in the transition period in one Agricultural Exploitation of Milk Production in the region of Minho in Braga. In this study it was found that Monensin reduced the administration of fewer lactating, decreased milk production and reduce the number of abomasal displacement per animal compared to animals of the control group.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Lopes, Carla Martins
Contributor(s) Sousa, Vera Lúcia Pereira de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents