Document details

O doente politraumatizado grave: resultados em saúde e independência funcional

Author(s): Novo, Sandra Maria Fernandes

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10198/11996

Origin: Biblioteca Digital do IPB

Subject(s): Serviço de urgência; Ferimentos e lesões; Avaliação de resultados (cuidados de saúde); Atividades de vida diária


Description

Enquadramento: O trauma é uma importante causa de mortalidade e morbilidade em todo o mundo, podendo alterar a independência no desempenho de atividades básicas e instrumentais de vida diária. Objetivo: Avaliar a independência funcional de pessoas com trauma grave, seis a oito meses após a ocorrência do mesmo. Metodologia: Estudo observacional, descritivo-correlacional e longitudinal de abordagem quantitativa. População/amostra constituída por todos os pacientes admitidos no serviço de urgência da Unidade Local de Saúde do Nordeste, desde novembro de 2013 a agosto de 2014, e aos quais foi ativada a Via Verde de Trauma. Resultados: Foram estudados 62 pacientes, (52,97±19,13 anos), maioritariamente homens (80,6%). As causas mais frequentes do trauma foram: acidente de viação (41,9%; 26), queda de altura (35,5%; 22) e acidente de trator (9,7%; 6). A maioria dos participantes (42%; 26) teve alta até às 24 horas. Estiveram internados entre 2 a 10 dias 19 participantes, e entre 11 até 30 dias 17. Registamos 8 óbitos. Antes do episódio de trauma todos os sujeitos eram independentes. No follow up a 51 indivíduos após 6/8 meses apuramos pelo Índice de Barthel que 13,7% apresentam dependência ligeira e 2% dependência moderada. Pela escala de Lawton e Brody 5,8% (3) apresentam total dependência, 5,8% (3) dependência grave, 1 dependência moderada e 8 dependência ligeira. Conclusão: Existe perda de independência funcional após o trauma, sobretudo nas mulheres em todos os instrumentos de avaliação (Barthel, Lawton & Brody). A perda de independência não é significativamente explicada pelo mecanismo de lesão, mas é explicada de forma significativa pela idade, lesão dos membros inferiores e tempo de internamento. Os participantes menos tempo internados e os que realizaram fisioterapia/reabilitação apresentam maior independência funcional.

Framework: Trauma is a leading cause of mortality and morbidity throughout the world, changing independence in performing basic and instrumental activities of daily living. Objective: Evaluate the functional independence of people with severe trauma, six to eight months after its occurrence. Methodology: Observational study, descriptive-correlational and longitudinal with a quantitative approach. The study population/ sample consisted of all patients admitted to the Unidade Local de Saúde do Nordeste emergency department, from November 2013 to August 2014, and which was activated at Via Verde Trauma. Results: We studied 62 patients (52,97 ± 19,13 years), mostly men (80,6%). The most frequent causes of trauma were traffic accidents (41,9%; 26), falls (35,5%; 22) and tractor accident (9,7%; 6). Most participants (42%; 26) left the hospital within 24 hours. 19 participants were hospitalized between 2-10 days and 17 were hospitalized between 11 to 30 days. We record 8 deaths. Before the trauma episode, all participants were independent. In the follow up of 51 individuals after 6/8 months was found by Barthel Index that 13,7% have a slight dependence and 2% had moderate dependence. According to Lawton and Brody scale, 5,8% (3) have total dependence, 5,8% (3) severe dependence, 1 had moderate dependence and 8 had a slight dependence. Conclusion: There is loss of functional independence after the trauma, especially in women of all assessment instruments (Barthel, Lawton and Brody). The loss of independence is not significantly explained by the mechanism of injury, but it is explained significantly by age, injury of the lower members and hospitalization time. Participants less time hospitalized, and those who were submitted to physical therapy/rehabilitation have higher functional independence.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Preto, Leonel
Contributor(s) Novo, Sandra Maria Fernandes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents