Document details

Uso de matrizes naturais em pediatria

Author(s): Nascimento, Luís

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10198/9690

Origin: Biblioteca Digital do IPB

Subject(s): Plantas medicinais; Pediatria; Fitoterapia


Description

O uso de plantas medicinais nas suas diferentes formas farmacêuticas visa a utilização da planta no seu todo e não apenas de princípios ativos isolados. A utilização das plantas inteiras revela um efeito mais efetivo, mais abrangente e ao mesmo tempo, mais benéfico. A literatura tem demonstrado que no tratamento de doenças infantis, os fitoterápicos são particularmente adequados. É extremamente útil dispor de agentes terapêuticos cuja via de metabolização seja mais conhecida pelo organismo do que a dos modernos medicamentos sintéticos. O amplo índice terapêutico de muitos fitoterápicos e a sua excelente tolerabilidade criam boas perspetivas para a infância. A fitoterapia é considerada uma terapêutica segura, porém têm sido relatados efeitos adversos e interações decorrentes da administração simultânea de preparações à base de plantas e medicamentos convencionais. Sabe-se que a probabilidade de interações entre plantas e fármacos convencionais é maior do que as interações entre medicamentos (Izzo, 2005; Cunha, Ribeiro & Roque, 2009). Este estudo tem como objetivos conhecer o padrão de utilização de produtos naturais em crianças e jovens inscritos na consulta externa da ULS Nordeste, UH Bragança; verificar se o recurso a produtos naturais se deve ao aconselhamento por um profissional de saúde ou ao conhecimento empírico e avaliar a perceção dos pais sobre: eficácia, riscos e possíveis interações da utilização simultânea de produtos naturais com medicamentos convencionais. Foram inquiridos todos os pais que acompanhavam os filhos na 1ª consulta da especialidade de pediatria, no período de março a agosto de 2013, utilizando como instrumento de recolha de dados o questionário estruturado onde se pretendia conhecer os antecedentes de saúde e patologias da criança, conhecimento dos pais sobre: plantas medicinais; grau de satisfação com a utilização de plantas medicinais e perceção de potenciais interações decorrentes da sua utilização. O uso da fitoterapia não é assumido de forma clara pelos inquiridos; verificou-se que a sua utilização se fez por livre iniciativa e conhecimento empírico e nos casos em que se recorreu à fitoterapia utilizaram-se plantas medicinais para indicações terapêuticas nem sempre adequadas. Concluiu-se pela necessidade de aconselhamento médico ou farmacêutico para esta área por forma a contribuir para uma correta utilização.

El uso de plantas medicinales en sus diferentes formas de dosificación intención de utilizar la planta en su conjunto y no sólo aislado principios activos. El uso de plantas enteras revela más eficaz, más amplia y al mismo tiempo el efecto más beneficioso. La literatura ha demostrado que el tratamiento de las enfermedades de la infancia, las hierbas medicinales son especialmente adecuados. Es agentes terapéuticos muy útiles cuya ruta metabólica es más conocido por el cuerpo que las drogas sintéticas modernas. El amplio índice terapéutico de muchas hierbas y excelente tolerabilidad crear buenas perspectivas para los niños. La medicina herbaria se considera un tratamiento seguro, pero no se han reportado efectos adversos e interacciones que resultan del uso concomitante de preparaciones herbales y medicamentos convencionales. Se sabe que la probabilidad de interacciones entre las plantas y los fármacos convencionales es mayor que las interacciones entre fármacos (Izzo, 2005; Cunha, Ribeiro & Roque, 2009). Este estudio tiene como objetivo investigar el patrón de uso de productos naturales para los niños y jóvenes inscritos en el ambulatorio Noreste ULS, UH Bragança; verifique que el uso de productos naturales se debe a los consejos de un conocimiento profesional o empírico de salud y evaluar la percepción de los padres acerca de la eficacia, riesgos y posibles interacciones de la utilización simultánea de los productos naturales con los medicamentos convencionales. Todos los padres que acompañaron a sus hijos en la primera consulta especializada de pediatría en el período de marzo a agosto 2013, utilizando como una herramienta para recoger datos de los cuestionarios estructurados que se pretendía conocer la historia de la salud y de la patología del niño fueron entrevistados, el conocimiento padres de plantas medicinales, el grado de satisfacción con el uso de las plantas medicinales y la percepción de las interacciones potenciales derivados de su uso. El uso de la medicina a base de hierbas no se hace claramente por los encuestados, se encontró que el uso hecho por la libre empresa y el conocimiento empírico y donde recurrimos a base de plantas las plantas medicinales se han utilizado para las indicaciones terapéuticas no siempre apropiadas. Se concluyó en la necesidad de consejo médico o farmacéutico para esta área con el fin de contribuir a un uso adecuado.

The use of medicinal plants in their different dosage forms intended to use the plant as a whole and not just isolated active principles. The use of whole plants reveals more effective , wider and at the same time more beneficial effect. The literature has shown that the treatment of childhood diseases , herbal medicines are particularly suitable . It is extremely useful therapeutic agents whose metabolic pathway is best known for the body than modern synthetic drugs . The wide therapeutic index of many herbal and excellent tolerability create good prospects for children. The herbal medicine is considered a safe treatment, but have been reported adverse effects and interactions resulting from concomitant use of herbal preparations and conventional drugs. It is known that the likelihood of interactions between plants and conventional drugs is greater than the interactions between drugs (Izzo, 2005; Cunha, Ribeiro & Roque, 2009). This study aims to investigate the pattern of use of natural products for children and young people enrolled in the outpatient Northeast ULS, UH Bragança; verify that the use of natural products is due to advice from a health professional or empirical knowledge and evaluate the perception of parents about: efficacy , risks and possible interactions of the simultaneous use of natural products with conventional medicines. All parents who accompanied their children in 1st consultation specialty of pediatrics in the period March to August 2013, using as a tool for collecting data structured questionnaire which was intended to know the health history and pathology of the child were interviewed, knowledge parents of: medicinal plants, degree of satisfaction with the use of medicinal plants and perception of potential interactions arising from its use. The use of herbal medicine is not made clearly by the respondents , it was found that their use was done by free enterprise and empirical knowledge and where we resorted to herbal medicinal plants have been used for therapeutic indications not always appropriate. It was concluded by the need for medical or pharmaceutical advice for this area in order to contribute to a proper use. Key

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pimentel, Maria Helena; Aragão, Maria Ângela
Contributor(s) Nascimento, Luís
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents