Document details

Importância da ingestão de iodo na prevalência do bócio endémico em São Tomé e Príncipe

Author(s): Carvalho, Aurélio Ramos António de

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10198/9772

Origin: Biblioteca Digital do IPB

Subject(s): São Tomé e Príncipe; Deficiência de iodo; Bócio endémico; Iodo urinário; Suplementação ao sal; Bociogénicos


Description

A deficiência prolongada de iodo prejudica de varias maneiras a saúde, provocando frequentemente danos no cérebro e atraso mental nas crianças que podem ser irreversíveis, problemas da função reprodutiva, uma menor sobrevivência das crianças, o bócio, contribuindo assim para a estagnação sócio económica. Mais de 12 % da população mundial vive em zonas do globo com insuficiência de iodo, na sua maior parte em países em vias de desenvolvimento, sendo que São Tomé e Príncipe se encontra inserido nesta zona geográfica. Embora possa ser prevenido, o bócio endémico é ainda um problema de Saúde Publica, como se verifica em São Tomé e Príncipe e em vários outros países em desenvolvimento. O presente trabalho traça um panorama de informação sobre a deficiência de iodo em São Tomé e Príncipe e sobre a prevalência do bócio. O estudo reporta a dados recolhidos pelo autor em 2001 e demonstra que o bócio endémico, embora continuando a ser um problema nacional de Saúde Publica, mostrou uma diminuição importante no bócio clinicamente visível em crianças na idade escolar, já que passou de 5% em 1993 para 0,4% no ano 2001. Apesar disso, o bócio total, ou seja todos os diferentes graus de bócio, ainda mantém valores elevados. Os programas de suplementação do iodo ao sal levaram ao aumento per capita do consumo deste nutriente, o que contribuiu para esta melhoria significativa. O estudo refere-se ainda ao alto consumo de alimentos bociogénicos que possivelmente comprometem a fixação do iodo. Por fim, são apresentadas várias recomendações a implementar no Programa de Combate aos Distúrbios por Deficiência de Iodo em S. Tomé e Príncipe, com vista à sua erradicação com sustentabilidade científica. A orientação à população em geral e em particular aos alunos escolares, para a importância do iodo para o ser humano, bem como a orientação para o consumo de alimentos ricos em iodo, poderá contribuir para uma melhoria nutricional da população carente em iodo. Neste contexto, a escola e a saúde tem um papel crucial na prevenção, promoção e erradicação do bócio endémico, tanto em crianças, como na comunidade.

Prolonged iodine deficiency affects people health in several ways, causing often severe brain damage and mental retardation in children, which may be irreversible, problems of reproductive function, reduced survival of children, goitre, as well as the stagnation socioeconomic. More than 12% of the world population lives in areas with insufficient iodine, mostly in developing countries, and São Tomé and Principe is inserted in this geographical area. Although it can be prevented, the endemic goitre stills a public health problem, as seen in São Tomé and Principe and in several other developing countries. This study presents an overview of information on iodine deficiency in São Tomé e Principe and the goiter prevalence. The study reports the data collected by the author in 2001 and shows that the endemic goiter, while continuing to be a national problem of Public Health, showed a significant reduction in clinically visible goiter in school-age children, since decrease from 5% in 1993 to 0.4% in 2001. Nevertheless, goiter total, ie all the different degrees of goiter, still maintains high values. Supplementation programs of iodine to salt led to increased consumption per capita of this nutrient, which contributed to this improvement. The study also refers to the high consumption of anti-nutritional factors which possibly compromise the iodine fixation. At last, several recommendations are presented to be implemented in the Program to Combat Iodine Deficiency Disorders in S. Tomé and Príncipe, in order to its eradication and sustainability. The orientation of the population in general and school children in particular, about the iodine importance for humans, as well as the intake of foods rich in iodine, may contribute to an improvement of nutritional shortage of iodine in the population. In this context, the school and national system of health has a crucial role in prevention, promotion and eradication of endemic goitre in both, children and in the community as well.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Fernandes, Conceição
Contributor(s) Carvalho, Aurélio Ramos António de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents