Document details

Progressão na carreira e o regime remuneratório do oficial da Guarda Nacional Republicana

Author(s): Martins, Ana Catarina de Barros

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/11976

Origin: Academia Militar

Subject(s): Progressão na carreira; Oficial da Guarda Nacional Republica; Regime Remuneratório; Qualidade de Vida; Motivação


Description

Atualmente, a progressão na carreira na Guarda Nacional Republicana é feita unicamente pela via hierárquica, facto que se prevê difícil devido à inexistência de vagas a curto prazo. No seu regime remuneratório, a instituição contempla uma diversidade de suplementos auferidos que advêm do desempenho de determinadas funções. Desta forma, carecem de estudo o desenvolvimento da carreira e o regime remuneratório, para os oficiais, de onde surge o tema “A Progressão na Carreira e o Regime Remuneratório do Oficial da Guarda Nacional Republicana”. Este trabalho tem como objetivo geral determinar quais as restrições a esta progressão na carreira e definir as limitações do regime remuneratório, interligando o sistema de desenvolvimento de carreira atual com a qualidade de vida do oficial e a sua motivação com a atual distribuição dos suplementos, e seu impacte no vencimento. Também como objetivo específico deste trabalho pretende-se analisar a relação entre a responsabilidade, a função e o vencimento. O método utilizado na elaboração do presente trabalho é o hipotético-dedutivo. Este divide-se em duas partes fundamentais: a teórica e a prática. Para se conhecer ao máximo o tema em apreço realizou-se uma vasta pesquisa bibliográfica e uma análise documental. Na parte prática utilizaram-se entrevistas e questionários, e por fim teceram-se conclusões. Conclui-se que a gestão da carreira deve assumir uma dupla responsabilidade, defendendo-se que apenas os melhores podem ocupar os lugares de topo na GNR, devendo a avaliação dos oficiais ser feita pela meritocracia. Esta consciencialização deve ser incutida desde o ingresso para a respetiva categoria. Relativamente ao regime remuneratório, a distribuição dos suplementos tem de ser mais equitativa e ter por base critérios justos, e deveria ser equacionada a possibilidade de se progredir horizontalmente, pois desta forma o sistema de progressão vertical evitaria as restrições apuradas.

The career progression in the GNR is currently done solely through the hierarchical way, which is anticipated to be difficult due to the inexistence of short term vacancies. In its payment regime, the institution contemplates a diversity of supplements that derive from the performance of certain functions. This way, the career development system and the remuneration regime, for the GNR officers need some study, from where the theme “The Career Progression and the Payment Regime of National Republican Guard’s officer” arises. This essay has at its general purpose the determination of the restrictions to this career progression and defines the limitations of the payment regime, connecting the current career development system with the quality of life of the officer, and his motivation with the present distribution of supplements and its impact on the wage. As another specific objective of this essay, as well, is the specific analysis of the relation between responsibility, function and wage. The method used in the elaboration of this essay is the hypothetical-deductive. It is divided into two fundamental parts: the theoretical and practical. To fully understand the theme in hand it was carried out a wide bibliographical research and documental analysis. In the practical part interviews and surveys were used and lastly conclusions could be attained- It is concluded that the management of the career should take on a double responsibility, stating that only the best can occupy top leadership roles in the GNR, and its evaluation should be done based on the meritocracy. This awareness should be passed on since the beginning of the career. Relating to the paying regime, the distribution of supplements has to be more equal, and have as its base fair criteria. It should also be studied the possibility of horizontal progression, so that the vertical progression system would avoid the obtained restrictions.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Martins, Ana Catarina de Barros
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents