Document details

Construção de um env quimérico HIV-1 / HIV-2

Author(s): Figueiredo, Inês Brito

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/13046

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): VIH-1; VIH-2; Anticorpos neutralizantes; Env quimérico


Description

Introdução: O Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA) representa, a nível mundial, um dos principais problemas de saúde pública. O agente etiológico responsável por esta pandemia é o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), que afeta 35 milhões de pessoas em todo o mundo. Objetivos: Construção dum env quimérico contendo a região C2, V3 e C3 do VIH-2 e as restantes do VIH-1 e reconstrução da sequência utilizada no ensaio clínico RV144 (gp120 da CRF_01_AE com uma porção da gp41 dum subtipo B (LAI)), onde a região C2, V3 e C3 do VIH-1 foi substituída pela homóloga do VIH-2. Os dois envs serão testados quando à sua capacidade de indução de anticorpos amplamente neutralizantes contra o VIH-1 e o VIH-2. Metodologia: Para a amplificação tanto da região C2V3C3 do VIH-2 como do env do VIH-1, procedeu-se à escolha de primers que reuniam as condições ideais para a correta concretização do processo. Recorreu-se à técnica de PCR (Reação de Polimerização em Cadeia) para a amplificação de cada região e à técnica de eletroforese para a confirmação de que os fragmentos correspondentes às regiões em estudo (593pb para a C2V3C3 e 1190pb para o megaprimer) foram efetivamente amplificados. Com recurso ao programa MEGA6, foi possível, não só a substituição da região C2V3C3 do VIH-1 pela mesma região do VIH-2, como a confirmação de que a proteína final seria funcional. Resultados: Foi possível a correta amplificação da região C2V3C3 do env do VIH-2, observando-se um fragmento de 593pb, confirmando o sucesso do processo de amplificação e da escolha apropriada dos primers utilizados. Todavia, tornou-se impossível a amplificação do megaprimer. Conclusão: Neste projeto, verificou-se a correta amplificação da região C2V3C3 do env do VIH-2. No entanto, tornou-se impossível amplificar o megaprimer. É, contudo, de considerar, a desafiante e inovadora estratégia introduzida, com o prepósito de analisar, em ratinhos, a resposta em anticorpos de ligação contra a gp120 do VIH-1 e VIH-2 e a resposta em anticorpos de neutralização para o VIH-1 e VIH-2.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Barroso, Helena
Contributor(s) Figueiredo, Inês Brito
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents